terça-feira, 6 de julho de 2010

Poder do AUM


Mantras têm o seu poder no som e não no seu significado, devendo ser por isto, ser pronunciados correctamente.
São fórmulas sonoras, que acionam fisiologicamente circuitos cerebrais e mentais da esfera humana, com uma ampla abrangência de aplicações e utilidades.
OM é um vocábulo único, pronunciá-lo regularmente, traz uma infinidade de benefícios, tanto físicos quanto mentais.

Primeiro devemos aprender a emitir o som de OM.
Deitado ou sentado, com os lábios entreabertos, depois de uma inalação profunda, faz-se a exalação freada expulsando o ar, o qual ao sair, faz vibrar as cordas vocais em um “OOOOOO...” prolongado.

O som deve ser o mais grave e uniforme possível.
Se o emitirmos corretamente com a mão sobre o peito, notaremos a vibração que é produzida nesta área.
Da metade em diante da exalação, vai se fechando a boca, expulsando o ar e contraindo os músculos abdominais emitindo um “MMM...” prolongado e nasalado que se sente no crânio.
Apoiando a mão sobre o crânio, também notaremos a vibração que aí se produz.
Colocando as palmas das mãos contra as orelhas, também se ouve mais nitidamente o “OOOOMMMM...”.

EFEITOS DE OM - EFEITOS VIBRATÓRIOS:

O “O” faz vibrar toda a estrutura da caixa toráxica.
Esta vibração é transmitida para a massa de ar encerrada nos pulmões, para a delicada membrana dos alvéolos que, ao vibrar, estimula as células pulmonares permitindo um melhor intercâmbio gasoso.
Esta vibração exerce também, um notável efeito sobre as glândulas endócrinas (hipófise, pineal, tiróide, supra-renais, gônadas).

As vibrações do mantra “OM”, chegam aos tecidos mais ocultos e ás células nervosas, intensificando a circulação nestes locais.
Até mesmo o sistema nervoso simpático e o nervo vago recebem a benéfica influência destas vibrações.
A musculatura de todo o aparelho respiratório relaxa e fortifica-se , a respiração desenvolvida aumenta o aporte de oxigénio para todo o corpo.
A vibro- massagem da vocalização de “OM”, atinge os órgãos da caixa toráxica, do abdómen e nervos cranianos.
Como consequência desta vibração, ondas electromagnéticas são produzidas propagando-se por todo o corpo, aumentando o dinamismo e a vontade de viver e finalmente desenvolvendo a capacidade de concentração.

Como deve ser efectuada a respiração:

1- Respiração lenta: A emissão de “OM” torna mais lenta a exalação, o que revitaliza o coração.
2- Respiração regulada: Quando o som é uniforme a respiração torna-se contínua, sem oscilações.
3- Respiração completa: Expulsa todo o ar residual dos pulmões, como consequência a inalação torna-se mais profunda.
4- Controlo e relaxamento: Para que o som seja uniforme, é imprescindível o relaxamento dos músculos respiratórios durante a exalação.

EFEITOS MENTAIS:

1. Quase imediata prevalência de ondas do tipo “Alfa” no cérebro, as quais induzem calma, paz e relaxamento das tensões em geral.
2. Ativa a secreção de substâncias como a “serotonina” e “endorfinas”, que incrementam ou estabelecem a sensação de satisfação existencial de forma continuada. Estimula e exercita a actividade equilibrada dos dois hemisférios cerebrais.
3. Notável aumento da capacidade de concentração e memória.
4. Induz à estabilidade emocional.
O OM pode ser emitido de forma audível somente na exalação, podendo ser entoado mentalmente durante a inalação, intensificando a paz mental.
Durante o dia a dia, repetindo com frequencia o mantra OM mentalmente, poderá notar uma grande serenidade e paz mental, elementos estes que são imprescindíveis para a meditação, a felicidade e a saúde.

“Respire OM, coma OM, pense OM, viva OM, seja OM”.
(Swami Sivananda)

Um comentário :

DINEI FAVERSANI disse...

Excelente tema. Copiei e postei no meu Blogger. Abraços.
A LUZ DE DEUS NUNCA FALHA!