terça-feira, 31 de dezembro de 2013

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O que acontece quando nossas emoções ficam guardadas no corpo

       
 
Artigo Original de Kate Bartolotta em The Good Men Project
Tradução Livre por Anne Rammi

Nunca é tarde demais para prestar atenção nas emoções não expressadas que arquivamos no corpo, que se manifestam através de dores, desconforto e tensões.
Quando olhamos para a linguagem que usamos para falar das nossas reações emocionais, normalmente existe uma sensação física associada a elas: um caroço na garganta, borboletas no estômago, falta de ar, o peso do mundo nos ombros.
 
Isso não é mera coincidência.
Essas reações viscerais são mensagens do nosso corpo.
Chamamos de "conexão entre mente e corpo".
Essas reações são associadas com o uso da mente - através de pensamentos positivos - para ajudar a melhorar o estado geral do corpo, sua imunidade e provocar sensação de bem estar.
 
Embora usar a mente para atingir o corpo seja extremamente útil e preciso, não podemos ignorar que nosso corpo pode também ser uma forma de acessar e tratar nossas emoções mais escondidas.
A maioria de nós pode se lembrar de um tempo quando expressar uma emoção era desencorajado pelos adultos que nos cercavam.
 
Pais ainda dizem para as crianças que "sejam valentes", ou "engulam o choro".
Ou ainda diminuem suas sensações de dor com o clássico "não foi nada".
Nossos corpos simplesmente gravam aquilo que acontece com nossas emoções - mesmo que tenhamos sido convencidos intelectualmente a lidar com elas, ou a ignorá-las.
 
O impacto físico e emocional de dores e sentimentos não expressados é algo que perdura.
Fica marcado.
Abaixo há uma ilustração de padrões típicos de emoções guardadas no corpo, reconhecidas pelas entidades de trabalhos corporais.
Cada pessoa desenvolve também seus padrões individuais, mas esses são alguns dos padrões mias comuns:
 
Nossos corpos sabem das coisas que nossas mentes gostariam de se livrar.
Das coisas que estão esquecidas em algum nível de consciência, estão sempre presentes concretamente no corpo.
A boa notícia é que nunca é tarde para acessar esses assuntos, e que os resultados de um olhar para o corpo, podem afetar tanto o plano físico como o mental e emocional.
Alguns passos que você pode dar para liberar emoções mal resolvidas:
 
1) Encontre uma atividade física diária que você goste. Perceba, não se trata de "faça exercício".
Cuidar do corpo é importante, mas a intenção aqui é ser feliz, através do olhar para o corpo.
Portanto tem que ser alguma atividade que amamos fazer.
É interessante também que seja algo que acalme um pouco a mente.
Muitas pessoas encontram na ioga, nas corridas e outras atividades do gênero esse componente meditativo.
Pode ser simplesmente uma caminhada silenciosa de dez minutos, onde você pode prestar atenção na sua respiração e outras sensações corporais.
2) Receber algum trabalho corporal com frequencia. Massagens terapeuticas são uma das formas mais efetivas de se liberar emoções guardadas.
Quando alguém trabalha nos nódulos do pescoço, onde guardamos estresse e raiva por tanto tempo, as emoções começam a vir à tona.
É comum ver clientes chorando nas mesas dos massagistas. É importante somente lembrar que os profissionais de terapias corporais não são psicoterapeutas, portanto são tidos como agentes auxiliares para liberar as emoções e iniciar o processo de cura, individual de cada um, que pode necessitar em outro momento de ajuda de outros profissionais.
3) Fazer do toque parte integrante de nossos relacionamentos primários.
Isso soa simples, óbvio até.
Mas infelizmente podemos nos deixar levar pela cultura do "não-me-toque".
Menos e menos das nossas interações diárias envolvem o toque.
Na medida que apoiamos nossas estratégias de comunicação nas mídias sociais e demais tecnologias, nossos relacionamentos tem menos contato corpo a corpo do que precisamos.
Encoste nas pessoas, nos braços ou ombros, quando fala com elas.
Cumprimente os amigos com um abraço.
Vá jogar basquete com os amigos, ao invés de assistir na TV.
Quando começarmos a compreender que não somos mentes presas dentro de um corpo, e sim mente e corpo atuando em perfeita harmonia, podemos começar a curar velhas feridas de uma forma mais profunda e duradora.

Vídeo para fazermos o pão nosso de cada dia!!!

Vídeo para fazermos o pão nosso de cada dia!!!
Leite da terra que vai mudar sua vida!!!
veja o leite da terra...
Videos integrados da mensagem
http://www.youtube.com/watch?v=fF6ibou_Zio


http://www.youtube.com/watch?v=BA3uFDP7zLo

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

NÃO EXISTE ALMA SOZINHA




Não existe alma sozinha.

Vocês têm uma família espiritual, uma família carnal, uma família escolhida que são seus amigos...

Uma família impingida, que é aquela que vocês têm que conviver, através do trabalho ou de alguma ocupação no mundo material.

Vocês nunca estão sozinhos.

E, ao mesmo tempo, em todos os momentos vocês estão sozinhos.
Porque, cada um de vocês é convidado a visitar o seu Eu Interno.

Então, não se impressionem por suas famílias.
Não fiquem tão absortos, nos problemas da sua casa.
Não fiquem tão sofridos com as questões materiais e os problemas no seu trabalho.

Não sofram, tão pouco, pelas questões espirituais, os amigos e inimigos espirituais, que rondam a sua caminhada.

E, não se importem tanto também, por aquelas pessoas que são seus amigos mas, que vez por outra, você não é capaz de ajudar ou impedir em suas quedas e lutas.

Vocês têm muitas famílias: Pessoas encarnadas, espíritos desencarnados, amigos, irmãos, colegas, parceiros...

E pessoas com as quais vocês brigam, mas, que não merecem o título de inimigos.

Vocês estão o tempo todo, em suas lutas, em seu caminhar, cercados de pessoas.
Mas, não se deixem levar completamente por esses laços.

Assumam a solidão.
Encarem o mergulho interior.
Ouçam o coração.

Aprendam ser, o melhor amigo de vocês mesmos.
Aprendam, ouvir a voz do coração.
Aprendam a ouvir, o que o seu silêncio diz a você.

E mesmo estando ao lado de pessoas queridas e amadas, em alguns momentos, exponha o que você pensa.

Mas, em muitos momentos, aprenda a guardar o silêncio.

Para uma convivência harmoniosa, em qualquer uma dessas famílias pelas quais vocês transitam todos os dias... O silêncio, a introspecção, é um grande aliado.

Ouçam o coração e falem quando necessário.

Não queiram ter a voz da razão, não queiram ter a última palavra.
E não se calem, quando a gritaria interior é muito grande.
Há um equilíbrio em tudo isso.

E conviver em família é um grande treino da Alma.
E conviver e aceitar a si mesmo, também é um grande treino da Alma.

Em cada uma dessas situações, você é testado a Ser, e a não Ser.
Em cada uma dessas situações, você é levado a se expor e a se guardar.

Aprenda a estar com as pessoas, a amá-las e não depender delas.
Aprenda a respeitar o caminho de cada uma.
Aprenda a olhar o seu momento.

Aprenda a sentir o seu balanço interno, a se equilibrar dentro de você.
E haverá muito mais felicidade na sua vida.

E aí, a solidão não pesará para ninguém, porque você perceberá que no fim todos são solitários. Todos têm um momento de encarar e viver o seu interior.

E todos têm o momento de viver e encarar, aqueles que estão a sua volta.
E façam isso, o mergulho interno e a colocação externa com o Amor.

O homem, que vence a si mesmo, se tornará um bom homem para o mundo.

O homem, que compreende a si mesmo, se tornará alguém que compreende muito melhor as pessoas e o mundo a sua volta.

A nossa mensagem, para este Natal...
A nossa mensagem, para este Fim de Ano...
É uma mensagem de profundo Amor.

Nós estamos semeando, dia após dia, a nossa energia de Cura, de Paz, de Benevolência.

Servimos ao Eu Maior, ao Eu Divino.

E servimos ao despertar de cada um de vocês.
E estamos aqui hoje, para dizer que a despeito da vitória e da derrota, nós estamos sempre ao seu lado.

E que vocês... Estão solitários na aparência, mas, quando se preenchem de Amor, estão cheios do Nosso Amor.

A serviço da Chama Crística e da Força do Eu Divino.
Eu Sou Mestra Nada e digo; que Amo Vocês.
No mais profundo do meu Ser... Eu Amo Vocês.

E aqui, ancoro a energia da Grande Mãe.
Acolhendo os aflitos e curando as dores, da falta de Amor.

Recebam o meu Amor e a minha Luz.

Amem.


MESTRA NADA
Maria Silvia Orlovas
11/12/2013
http://stelalecocq.blogspot.com/2013/12/mestra-nada-nao-existe-alma-sozinha.html
http://mariasilviaporlovas.blogspot.com.br/2013/12/mestra-nada-nao-existe-alma-sozinha.html
Áudio da mensagem aqui
Mensagem enviada por Silvana Santos Toti

MIGUEL - VOCÊS MUDARAM E AINDA ESTÃO MUDANDO E NÓS AINDA DIZEMOS: "VOCÊS NÃO VIRAM NADA AINDA"


 
Miguel
Canalizado por Ron Head
Em 15 de dezembro de 2013

 
Hoje falaremos sobre um assunto maravilhoso - progresso, e mais especificamente, o seu progresso.

Nós pretendemos meramente atrair sua atenção para algo a que vocês prestam atenção insuficiente.

Então, como dissemos, nós chamaremos sua atenção para seus próprios estados de ser individuais e de sua consciência agora.

E é mais do que pouco provável que aqueles de vocês que leem estas mensagens e outras como estas possam mal se lembrar como vocês eram apenas doze de seus meses atrás.

Nós os recordamos que vocês estavam num fervor sobre o que ocorreria no dia 21 daquele mês.

Então, principalmente, vocês ficaram decepcionados por "nada" acontecer devido às suas expectativas infladas sobre o que aquela data poderia trazer.

Até as explicações que foram dadas durante as poucas semanas seguintes lhes pareceram ser somente desculpas de nossos canais.

As densidades mais altas de que vêm essas mensagens não têm necessidade de dar desculpas, mas nós vemos que alguma sabedoria foi ganha naquela época.

Entretanto, este não é o assunto que pretendemos discutir agora.

Durante esses meses passados, vocês foram bombardeados e novamente por quantidades constantemente crescentes de frequências energéticas que vocês mal estão começando a entender.

Em um sentindo, essas frequências percorrem a gama inteira de energias superiores que seu mundo está atravessando.

Em outro sentido, elas podem ser resumidas com o termo "Amor Incondicional".

Vocês têm muitas outras frases para dar nome a isto - ponto zero, campo fonte e campo morfogenético, estão entre elas.

Mas é isto que é disponibilizado e continuará a ser disponibilizado para todos que desejam avançar, evoluir ou, como o seu termo favorito denomina, ascender.

É isto que tem produzido mudanças em vocês que vocês dificilmente podem definir, mudanças que vocês não viram acontecendo.

Vocês podem querer olhar para trás e avaliar a diferença em seu sentir em geral de seu ser.

De nossa perspectiva nós vemos que seu planeta inteiro tem uma assinatura energética mais alta do que ele teve durante um longo tempo, a mais alta no que vocês chamariam de história registrada.

Imaginem esta energia mais alta, este amor incondicional irradiando de vocês para a consciência coletiva de seu mundo, e vejam-na também sendo absorvida do exterior enquanto nós os imergimos nela também.

Meses atrás nós falamos sobre os efeitos da bola de neve, das avalanches e das cachoeiras.

Nós dissemos que isso descreveria melhor o ritmo de mudança que vocês veriam em seu futuro próximo.

Agora a maioria de vocês é capaz, através de sua própria experiência pessoal, ver isto.

Vocês mudaram e ainda estão mudando e nós ainda dizemos: "Vocês não viram nada ainda".

Então nós convidamos vocês para incluir isso em sua celebração desta época de festas sempre cheia de alegria.

Celebrem vocês mesmos.

Nós nos uniremos a vocês nisso e esperamos ansiosamente compartilhar junto com vocês estes últimos dias incríveis de seu ano.

Estejam em alegria.

Estejam em amor.

Em breve conversaremos outra vez.

Bom dia.

Copyright © Ronald Head. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link:
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/

Respeite todos os créditos

VOCÊ É LUZ. VOCÊ É AMOR


 
Mensagem dos Iluminados
Por Andrew Martin
Em 20 de dezembro de 2013

 
Descansem, Queridos, é disto que desejamos lhes falar hoje.

Com tantas ocorrências planetárias e atividade nestes momentos, sem mencionar as ondas de energia que tantos de vocês estão sentindo nesta importante época, cuidar de si é da maior importância.

A ocorrência do Solstício amanhã é um tempo magnífico para ancorar as novas frequências que lhes são disponibilizadas e também para honrar o progresso que vocês fizeram.

É uma celebração do equilíbrio da vida e o retorno da luz.

A luz representada pelo menino Cristo é a luz que transmutará e curará a percepção da escuridão, primeiro dentro e depois fora.

Esta é uma época em que muitos se reúnem para celebrar o espírito de amor e luz, em que muitos corações se abrem para compartilhar e receber amor.

Para muitos esta também pode ser uma época de grande tristeza e solidão.

Cuidem de enviar amor sempre que se sentirem compelidos a enviar.

Um sorriso, um abraço carinhoso, uma palavra gentil ou um pensamento amoroso terá um forte impacto nesta época.

Primeiro, entretanto, é importante se lembrar de cuidar de vocês mesmos.

Honrem aquilo a que seu coração é atraído.

Pratiquem amor, compaixão e aceitação por onde vocês estão agora e por tudo que vocês fizeram durante o ano.

É fácil demais ser atraído para o jogo da comparação.

É fácil demais olhar para os outros que vocês podem perceber como sendo mais avançados ou muito na frente em sua jornada.

Queridos, nós desejamos lembrar vocês de que todos trilham seu próprio caminho, tudo se desdobra de acordo com seu próprio plano e tudo é divinamente programado.

Como muitas engrenagens num relógio cósmico enorme, todos vocês têm um propósito e todos vocês são importantes para o todo maior.

Nosso anotador, nosso irmão, nosso amigo pode facilmente olhar para seu próprio caminho nesta jornada e dizer: "Por que agora? Por que somente aos 42 anos eu sou capaz de ouvir e traduzir essas mensagens?".

Nesses momentos de dúvida, nós o temos lembrado de que não existe caminho errado, que ele está exatamente onde ele prometeu estar neste momento do tempo e que está tudo bem. Tudo está bem. Tudo está bem.

Nós queremos que vocês sintam o amor, o apoio e o cuidado que vertem em vocês nesta época e permitam que eles retirem quaisquer dúvidas persistentes que vocês ainda possam ter.

Permitam que essas dúvidas surjam dentro de vocês para serem reconhecidas, abençoadas e liberadas para que elas possam retornar à luz donde elas vieram para serem transformadas e transmutadas de volta às frequências superiores.

Pois, como as frequências mais altas, mais luminosas e mais brilhantes, continuam a inundar seu planeta e seus corpos, elas continuarão a retirar as vibrações mais baixas para abrir mais espaço para o amor e a luz reivindicarem seu lugar dentro de vocês e da Mãe Gaia.

Escavar, reconhecer e liberar.

Estas são as palavras que o anotador tem repetido e repetido durante os poucos últimos dias.

Escavar, reconhecer e liberar.

Sintam o poder do amor enquanto ele flui sobre e através de vocês para ajudá-los a desalojar o que está travado dentro de vocês.

Inspirem o amor, encontrem a tranquilidade e deixem ir, deixem ir, deixem ir.

Se vocês se virem incapazes de curar aquilo que surge, amem isso ao máximo.

Peguem isso em seus braços e abracem como vocês abraçariam uma criança delicada.

Pois vocês sabem em seus corações que, se algo está surgindo de dentro de vocês para ser curado, vocês são capazes de curar.

Se algo lhes surge que parece baixo, pesado ou confuso, é apenas o seu apego a ele que permite que ele permaneça em vocês.

Convoquem seus anjos, convoquem seus guias, convoquem os amados da luz que sempre estão ao seu redor e eles os ajudarão como podem.

Esta época pode ser sentida como opressora e esmagadora, mas, Queridos, lembrem-se de que todos vocês são Criadores Divinos poderosos que concordaram vir para cá agora, neste momento.

Irradiem luz.

Mostrem o caminho de volta ao Amor, permitam que essa sensação escape por seu dedos para que possa ser curada e transformada.

Entregar não é um ato passivo, entregar não é um sinal de fraqueza.

Entregar diz: eu sou forte o suficiente para aceitar minha soberania ao entrar em meu poder como um Ser Divino.

Igual a quando vocês procuram ajuda de cura de um médico ou de um terapeuta ou de uma pessoa abençoada ou de alguém que trabalha com energia, vocês se permitem ser orientados pelo conhecimento e sabedoria deles.

Claro, seu próprio discernimento pode sempre ser utilizado para garantir que algo seja verdadeiro para vocês, mas quando há fé, confiança e amor, então pode haver a entrega.

Vocês não precisam pedir permissão para utilizar seus poderes de luz.

Vocês não precisam esperar por um sinal vindo de cima.

Vocês somente têm que cuidar e amar a si até vocês estarem fortes o bastante para tomar uma posição e passar para essa luz que é sua desde o início.

Há muito mais para compartilhar, queridos e nós poderíamos continuar e continuar! (risos)

Apenas saibam que vocês são amados, vocês são estimados, vocês são necessários e vocês são Divinos.

Agora dispensem esse tempo para integrar e honrar todo o trabalho que fizeram durante todas as suas vidas e todas as suas encarnações.

Pois, enquanto esta jornada apenas começou, ela foi este marcador na estrada para que todos previamente estavam se dirigindo.

Vocês não estão perdidos, vocês não estão errados.

Vocês são luz e você são amor.

Celebrem a sua divindade e a divindade de todos.

Em amor e luz, nós os deixamos.

Regozijem-se!

Os Iluminados.

 
Copyright©Andrew Martin. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere ou edite de forma alguma, o conteúdo permaneça completo e você inclua esta nota de copyright e o link:

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com

GRUPO ARCTURIANO - FESTAS


 
Mensagem do Grupo Arcturiano
Por Marilyn Rafaelle
22 de dezembro de 2013

Nós viemos para desejar a todos vocês uma feliz experiência na época de Hanukkah, Natal, ou como vocês escolhem comemorar esta época.
Ela contém uma energia de alegria e não importa que alguns possam chamá-la de alguma coisa diferente de Natal.
 
Ela é uma época que promove celebração, amor e as experiências de Unidade - a energia subjacente do Natal.
 
O Natal para os cristãos significa o nascimento de Jesus, mas muitos que se dizem cristãos falham em olhar sob os ritos, rituais e comemorações de um nascimento ocorrido há dois mil anos, envolvendo-se sem uma compreensão mais profunda das verdades essenciais do evento.
 
Os rituais em si e por si mesmos somente têm a importância ou o poder que lhes é dado, pois eles simplesmente são representações de verdades mais profundas.
Comecem a refletir sobre os significados mais profundos desta época a partir do sentido externo e material de que qualquer coisa é sempre uma interpretação de sua realidade espiritual.
 
Aproveitem as festividades e tentem deixar ir quaisquer preocupações que vocês possam ter.

Fiquem e observem com uma leveza do coração, permitindo-se apreciar as atividades que ressoam com vocês.
Junto com as lições difíceis, vocês devem experimentar alegria e aprender a ser feliz, e agora é uma hora perfeita e uma boa desculpa para aqueles de vocês que têm dificuldade para fazer isto.
 
Por tempo demais, viver espiritualmente tem sido comparado com estoicismo maçante e sofrimento, até o ponto de se acreditar que dor autoinfligida tornaria mais "santo".
 
Isto é puro absurdo, queridos; saibam que esses conceitos errôneos foram semeados na consciência mundial por aqueles que se aproveitavam da crença da humanidade nessas coisas.
 
A alegria tem a energia do Divino.
Sim, vocês estão aqui para aprender, e uma grande parte desse aprendizado é integrar a energia da alegria e amor e então se permitirem expressá-los, pois vocês não podem irradiar aquilo que vocês acreditam que não têm.
As festas trazem confusão para alguns de vocês.
Vocês sentem a necessidade de questionar muitas de suas crenças tradicionais e isso é bom, pois significa que vocês não estão mais aceitando como certo que a vida somente pode ser vivida de um modo em particular e que qualquer coisa além desse modo é incorreta.
 
O mundo é um mundo diverso e maravilhoso cheio de muitas tradições e modos diferentes de expressão para vocês experimentarem.
Aqueles que eternamente só se prendem ao que eles conhecem, acreditando que este é o único modo, nunca aproveitarão a infinita diversidade do mundo.
Tenham a coragem de liberar qualquer coisa em sua vida que não ressoa mais com vocês.
 
Isto não significa empurrar para o fundo de vocês, simplesmente afastarem-se ou ignorarem quaisquer passos humanos precisando ser dados, pois estes frequentemente são situações kármicas necessitando ser resolvidas de uma vez por todas.
Deixar ir NÃO é uma desculpa para simplesmente evitar algo desagradável que pode se apresentar para vocês.
Espiritualmente, deixar ir significa se interiorizar profundamente e observar longamente uma questão em particular em relação do por que ela não ressoa mais com vocês.
 
Honestamente examinem seu sistema de crença, perguntando-se: No que estou acreditando a respeito dessa pessoa, local, evento, experiência, etc. e então se perguntem: É verdade ou este é um conceito que ainda tenho que é do sistema de crença tridimensional?
Rapidamente vocês começarão a ver a questão de uma nova perspectiva e isto lhes dá o poder de então deixar ir e ao mesmo tempo enviar amor incondicional e luz para todos os envolvidos.
Peçam orientação: seus Guias apenas estão esperando por vocês pedirem.

Anotem tudo que os perturbam e tirem um tempo para realmente examinar seu sistema de crença.
 
Pode ser muito doloroso liberar algo com que vocês se acostumaram, mesmo quando é algo denso, pesado, e vocês sabem que seria melhor estarem sem ele.
Isto vale para relacionamentos, tradições, hábitos ou qualquer coisa que parece velha e acabada.
Queridos, abram-se para o verdadeiro significado do Natal, abram-se para a comemoração, gratidão, felicidade e alegria de deixar o Cristo (Luz) nascer dentro de cada um de seus corações sem relegar a um evento que aconteceu tanto tempo atrás.

Deixem o Natal acontecer dentro de vocês em todos os momentos de todos os dias.
O nascimento do Cristo aconteceu em um coração humilde (o estábulo), um que liberou e foi além do ego e da autoimportância (dualidade e separação).
Esta é a verdadeira mensagem do Natal.
 
Analisem.
Nós comemoramos com vocês, queridos.
Nós comemoramos com vocês a recordação da mensagem de Unidade como ela foi passada ao mundo através do evento de dois mil anos atrás.
Este foi e é o eterno presente de Jesus para vocês - reconheçam e aceitem este presente pela sua própria compreensão cada vez mais profunda das mensagens dele e então comecem a vivê-las sem julgamento, crítica ou hipocrisia.
O Natal não é apenas para aqueles que se dizem cristãos, pois ele é uma celebração da Unidade universal, para ser interpretada em níveis cada vez mais profundos.
Muitos daqueles chamados de ateus ou agnósticos praticam as verdades da Unidade perfeitamente, e normalmente mais completamente do que os muitos que se dizem "cristãos".
Tentem não rotular nada e ninguém, mas simplesmente se focalizem em sua própria jornada de viver a mensagem do Natal.
Esta é a verdadeira cristandade e a mensagem de Jesus.
Feliz Natal.
Nós somos o Grupo Arcturiano

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com
Respeite todos os créditos

O PERDÃO


 

 
O perdão, quando bem compreendido, é um instrumento de cura.
Freqüentemente ficamos doentes porque não perdoamos e o rancor e a cólera nos corroem o fígado e os rins.
A questão é como manter juntos o perdão e a justiça, (...) o olho da verdade e o olho da misericórdia.
Creio que não devemos perdoar muito rápido.
É necessário, antes de perdoarmos, que expressemos o sofrimento pelo que nos foi feito e a isso chamo justiça.
O sinal-da-cruz, tal como era feito nos doze primeiros séculos de nossa era, expressava bem esse sentimento.
Começava-se por uma linha vertical, da testa ao peito, em seguida levava-se a mão ao ombro direito e depois ao esquerdo (atualmente faz-se o contrário), simbolizando a passagem da justiça para a misericórdia.
Começando sempre pela justiça, exigindo que fosse reconhecido o mal que foi feito, o inaceitável de certas situações e de certas violências.
Portanto, o pedido de justiça é essencial.
Mas é essencial, também, ir além da justiça, em direção à misericórdia, em direção ao perdão, em direção ao lado que é o lado do coração.
O que é o perdão?
O perdão é não aprisionar o outro nas conseqüências negativas de seus atos.
É não nos aprisionarmos ou aprisionarmos o outro no carma.
O perdão é a própria condição para que nossa vida continue a ser vivível.
Se não perdoarmos uns aos outros, a vida vai se tornar impossível de ser vivida.
(...) Como fazer para que este perdão se torne algo verdadeiro?
Platão dizia: “Aquele que tudo compreende, tudo perdoa”.
Aquele que se conhece a si mesmo, com suas ambigüidades, pode compreender o outro em suas sombras.
Portanto, inicialmente, o perdão pode ser uma questão de inteligência, de compreensão.
Perdoar você significa que eu o compreendo, mas não quer dizer que (...) o que você fez é bom.
Compreendo que você é um ser humano, que é capaz de me enganar como eu próprio faria se, provavelmente, estivesse nas mesmas condições.
A atitude de Cristo aos que queriam lapidar a mulher adúltera é: “Aquele que estiver sem pecado atire a primeira pedra”.
Lembrem-se como aos poucos todos se retiram, do mais velho ao mais jovem.
Nesse caso Jesus se serve da Sagrada Escritura, não para mostrar aos outros como eles são pecadores, mas para fazê-la de espelho onde eles podem ver suas fraquezas, suas falhas e compreender as dos outros, não os aprisionando nas conseqüências negativas de seus atos.
Além de perdoar com a cabeça é preciso perdoar com o coração e, vocês sabem, o corpo é o último que perdoa.
Se alguém lhes fez mal, se lhes causou sofrimento, vocês podem tê-lo perdoado com a “cabeça”, tê-lo compreendido com o coração, pensar que o passado passou.
Entretanto, quando essa pessoa se aproxima, seu corpo se crispa e se enrijece mostrando bem que ele ainda não perdoou, que muitas memórias estão ainda bem guardadas.
Creio que é verdadeiramente uma graça quando nos encontramos perto de alguém que nos tenha feito mal e sentimos nosso corpo calmo, nosso coração límpido.
Podemos dizer que, verdadeiramente, estamos curados.
Por isso, creio que o perdão é uma prática de cura.
No Pai-nosso se diz: Perdoai-nos do mesmo modo como perdoamos.
Como se o dom da vida só pudesse circular em nós dependendo de nossa capacidade de perdão.
Se não perdoamos ficamos prisioneiros, bloqueados em uma situação, em um rancor, e a vida não pode circular.
Perdoar não é fácil...
Quando eu era jovem padre e morava no interior da França, todos os domingos levava uma senhora paralítica à missa.
Ela era portadora de esclerose em placas.
Um dia contou-me do ódio que nutria pela mãe porque a tinha impedido de casar-se com o homem que amava, e, apesar disso, passara a vida inteira cuidando da mãe, ocupando-se dela.
Apesar de exteriormente comportar-se como uma mulher respeitável e admirável, dizia-me que em seu interior só havia raiva.
A dureza de seu coração impregnara seu corpo, transformando-o em corpo rígido e paralisado.
Assim, as doenças psicossomáticas têm, às vezes, uma origem espiritual.
 
Disse a esta senhora: “Já que você é cristã pode perdoar sua mãe”.
Tornou-se encolerizada e, com uma raiva muito densa e muito íntima, respondeu-me: “Não, não, jamais a perdoarei.
Minha mãe impediu-me de viver, o que sinto por ela é um veneno que levarei ao túmulo”.
Neste momento compreendi o meu erro e lhe disse: “Você tem razão.
O que você viveu é imperdoável.
Você não pode perdoar quem a impediu de viver.
Mas pense, creia, o Cristo que existe em você pode perdoá-la”.
Atualmente eu lhe diria: “O ego não pode perdoar: Não se deve tentar perdoar com o ego.
Entretanto, talvez o self possa perdoar.
Talvez haja dentro de nós uma dimensão maior que nós mesmos, que pode compreender e perdoar”.
Passaram-se cinco longos minutos.
Em dado momento vi uma lágrima correr pela face daquela senhora.
Ela chorou, chorou muito.
Levantou-se da cadeira de rodas e saiu andando de seu quarto.
Há mais de quarenta anos não chorava, há mais de dez anos não andava.
Esse é o milagre do perdão.
Muitas vezes, está acima de nossas forças perdoarmos a partir de nosso pequeno ego.
Se disséssemos “eu te perdôo”, seríamos hipócritas, pois nosso corpo e nosso coração não conseguem perdoar.
Porém, podemos abrir-nos a uma dimensão mais vasta que nós mesmos e então o perdão pode chegar.
O perdão não é humano, é um ato divino.
Quando Jesus perdoa, seja a mulher adúltera, seja Míriam de Magdala, seja um “colaborador” como Zaqueu, os fariseus que o cercam se perguntam: “Quem é este homem que perdoa?
Pois só Deus pode perdoar”.
Assim, é preciso lembrar que, cada vez que perdoamos depois de termos pedido justiça, acordamos para uma dimensão divina de nós mesmos.
O perdão é um exercício de divinização onde o humano se torna divino.
Continuando humano, temos que reclamar justiça e, quando for possível, dizer o que foi mau ou destrutivo para nós e pedir uma reparação.
Também somos capazes de misericórdia e de perdão.
Portanto, é preciso que mantenhamos juntas a justiça e a misericórdia.
São dois olhos, às vezes, estrábicos.
Podemos esquecer a justiça e nosso perdão ser superficial, podemos esquecer o perdão e partimos para uma justiça inquisitorial.
 
 
Jean-Yves Leloup
Do livro O Corpo e seus símbolos, 1998 - enviado por Ada
Fonte: http://venturaana.blogspot.com.br/2010/04/sobre-o-perdao-por-jean-yves-leloup.html

O NASCIMENTO DO AMOR


 
art by J. Kirk Richards

No budismo aprendemos que a compreensão é a verdadeira base do amor.
Sem compreensão, independentemente de quanto você se esforce, não poderá amar Se disser: "Tenho que tentar amá-lo", estará cometendo uma tolice.
É preciso compreendê-lo e, ao fazer isso, irá amá-lo.
Uma das coisas que aprendi dos ensinamentos de Buda é que sem a compreensão o amor não é possível.
Se o marido e a esposa não se compreendem, não podem se amar.
Se um pai e um filho não se compreendem, causarão sofrimento um ao outro.
Então a compreensão é a chave que abre a porta do amor.
Compreensão é o processo de observar atentamente.
Meditar significa observar atentamente as coisas, tocá-las com extrema atenção.
Uma onda precisa entender que existem outras ondas à sua volta.
Cada uma tem o seu próprio sofrimento.
Você não é a única pessoa que sofre.
Suas irmãs e seus irmãos também sofrem.
No momento em que você for capaz de ver o sofrimento deles, irá parar de censurá-los e também parar com o seu próprio sofrimento.
Se você está sofrendo e acredita que isto é criado pelas pessoas ao seu redor, é conveniente olhar outra vez.
A maior parte do seu sofrimento vem da falta de compreensão de si mesmo e dos outros.
No budismo, não creio que a compaixão e a bondade amorosa sejam praticadas visando à salvação individual.
A verdade ensinada pelo Buda é que o sofrimento existe.
Com a atenta observação do sofrimento em você mesmo e na outra pessoa, advirá o entendimento.
Quando isso acontecer, o amor e a aceitação também surgirão, o que levará ao término do sofrimento.
Você talvez imagine que o seu sofrimento é maior do que o de qualquer outra pessoa ou que é o único a sofrer Não é verdade.
Quando você reconhecer o sofrimento à sua volta, ajudará a si mesmo a sofrer menos.
Saia de dentro de você e observe.
A época do Natal é uma excelente oportunidade para isso, O sofrimento está em mim, é evidente, mas também está em você.
Está no mundo.
Houve uma pessoa que nasceu há quase dois mil anos.
Tinha consciência de que o sofrimento estava nela e na sua sociedade, e não se escondeu do sofrimento.
Em vez disso, pôs-se a investigar atentamente a natureza do sofrimento, as suas causas.
Como teve a coragem de se manifestar, tornou-se o mestre de muitas gerações.
Talvez a melhor maneira de celebrar o Natal seja habituar-se a andar com atenção, a sentar com atenção e observar tudo atentamente para descobrir que o sofrimento ainda continua ali em todos nós e no mundo.
Reconhecendo o sofrimento, aliviamos nossos corações daquilo que nos vem afligindo durante tantos dias e meses.
Segundo os ensinamentos budistas, quando se presta bastante atenção ao sofrimento, compreende-se a sua natureza; então, o caminho para a felicidade se revelará.
No budismo, o nirvana é descrito como paz, estabilidade e liberdade.
O processo é entender que paz, estabilidade e liberdade estão à nossa disposição aqui e agora, durante vinte e quatro horas por dia.
Só precisamos saber como alcançá-las e termos a vontade, a determinação para consegui-lo.
É como a água, sempre disponível para a onda.
Nada mais é do que a onda tocando a água e compreendendo que ela está lá.
 
Thich Nhat Hanh, in
Jesus e Buda, Irmãos

ORAÇÃO CELTA


 
 

Art by Ivailo Petrov


Que jamais, em tempo algum, o teu coração acalente ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie a tua criança interior.
Que o teu sorriso seja sempre verdadeiro.
Que as perdas do teu caminho sejam sempre encaradas como lições de vida.
Que a musica seja tua companheira de momentos secretos contigo mesmo.
Que os teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna em cada beijo.
Que os teus olhos sejam dois sóis olhando a luz da vida em cada amanhecer.
Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.
Que em cada passo teu fiquem marcas luminosas de tua passagem em cada coração.
Que em cada amigo o teu coração faça festa, que celebre o canto da amizade profunda que liga as almas afins.
Que em teus momentos de solidão e cansaço, esteja sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa e se transforma, quando a alma é grande e generosa.
Que o teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente, para que tu percebas a ternura invisível, tocando o centro do teu ser eterno.
Que um suave acalanto te acompanhe, na terra ou no espaço, e por onde quer que o imanente invisível leve o teu viver.
Que o teu coração sinta a presença secreta do inefável!
Que os teus pensamentos e os teus amores, o teu viver e a tua passagem pela vida, sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.
Aquele amor que não se explica, só se sente.
Que esse amor seja o teu acalento secreto, viajando eternamente no centro do teu ser.
Que a estrada se abra à sua frente.
Que o vento sopre levemente às suas costas.
Que o sol brilhe morno e suave em sua face.
Que respondas ao chamado do teu Dom e encontre a coragem para seguir-lhe o caminho.
Que a chama da raiva te liberte da falsidade.
Que o ardor do coração mantenha a tua presença flamejante e que a ansiedade jamais te ronde.
Que a tua dignidade exterior reflita uma dignidade interior da alma.
Que tenhas vagar para celebrar os milagres silenciosos que não buscam atenção.
Que sejas consolado na simetria secreta da tua alma.
Que sintas cada dia como uma dádiva sagrada tecida em torno do cerne do assombro.
Que a chuva caía de mansinho em seus campos...
E, até que nos encontremos de novo...
Que os Deuses lhe guardem na palma de Suas mãos.
Que despertes para o mistério de estar aqui e compreendas a silenciosa imensidão da tua presença.
Que tenhas alegria e paz no templo dos teus sentidos.
Que recebas grande encorajamento quando novas fronteiras acenam.
Que este amor transforme os teus dramas em luz, a tua tristeza em celebração, e os teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.
Que jamais, em tempo algum, tu esqueças da Presença que está em ti e em todos os seres.
Que o teu viver seja pleno de Paz e Luz!

domingo, 15 de dezembro de 2013

Semana # 50: Olhar para Além de 2013 - Regressar Novamente à Fonte


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Amados Amigos!
Aqui está o 50° tema de meditação sugerida nesta Série de Meditação Focada.
A finalidade, o tempo de meditação e, se necessário, um método básico de meditação são fornecidos e disponíveis AQUI.
Para rever a Meditação anterior, clique AQUI.

Esta Série de Meditação Focada - Semana # 50: Olhar para Além de 2013 - Regressar Novamente à Fonte está arquivada em http://www.earthrainbownetwork.com/FocusArchives/Semana50.htm
To review the English version, please go HERE.
* * * * * * *

Semana # 50: Olhar para Além de 2013 - Regressar Novamente à Fonte

Na nossa Jornada aparentemente interminável de volta à Fonte, estamo-nos a aproximar da principal chave dimensional, depois da qual nada será igual.
Ainda é muito cedo para a maioria das almas na Terra ser capaz de avaliar correctamente a abrangência e as consequências a longo prazo do que está na iminência de acontecer.
No entanto, muitos já sentem que algo absolutamente maravilhoso está prestes a acontecer, que um acontecimento de proporções extraordinárias está determinado a desenrolar-se, e que na verdade já teve o seu início.

Embora alguns tenham tentado associar visões de algum tipo de destruição apocalíptica a este evento, aqueles que começaram a despertar para a sua verdadeira natureza espiritual como Um com a Fonte Criadora têm uma perspectiva totalmente diferente, estritamente relacionada com o transcendente, a natureza epifânica desta acelerada transição para uma nova Era de oportunidades de ouro para o rápido progresso espiritual, paz global e harmonia na Terra.
O que está aqui em jogo neste arrastar de visões sobre o que vai acontecer é, na essência, o nosso direito soberano e a responsabilidade de escolher a direcção que a nossa existência poderá ter, individual e colectivamente, nos próximos anos, séculos e milénios.
Não pode haver um momento mais crucial na nossa longa Jornada evolutiva, porque o que está a ser colocado em movimento no coração das nossas almas irá determinar o destino de inúmeras outras almas em todo este universo, que estão a ser influenciadas, em algum ponto no Omniversal Continuum, pelo que os nossos Eus futuros realizam e co-manifestam logo que esta chave limite seja ultrapassada com sucesso... como será.

Aqui, o cerne da questão é o uso totalmente consciente e deliberado do nosso mais precioso e inato dom do livre-arbítrio que é nosso para exercer como Um com o Um Omniversal que basicamente somos.
Não há Realização maior do que apreender com a nossa completa força de vontade esta oportunidade única que temos concebido, planeado e implementado ao longo de eras do tempo linear, de modo a assumir, de maneira omnipotente, a coroa da nossa verdadeira Natureza Divina, juntamente com os seus poderes de co-criação potencialmente infinitos, sobretudo o poder radiante do Amor, o Santo Graal quintessencial que, colectivamente, temos procurado encarnar e que irá abrir as portas para um reino infinitamente magnífico e para a manifestação sublime de inúmeros outros presentes.
Isto é o que precisamos esclarecer aos nossos olhos espirituais sobre e o que firmemente procuramos alcançar à medida que damos os últimos passos através do limiar vibracional de 2013 para o Caminho Dourado da Luz que conduz de volta à Fonte.
Por favor, permita ao seu Ser, depois de devidamente entrar num estado de profunda, vibrante e feliz meditação no próximo domingo, ser nutrido e fortalecido com a plena expressão da sua inata natureza Omniversal, a conexão que você sempre teve com Fonte do Criador, sentir a sua Presença por trás do véu da sua própria consciência, acolher e convidar o fluir da Sua manifestação para dentro da sua existência de alma, e fundir o seu próprio sentido de Ser com esta Presença Radiante até que os últimos e residuais vestígios da individualidade desconectada sejam dissolvidos e absorvidos neste Ser de Amor Infinito, para o Bem Maior de Todos... como Um.

* * * * * * *

Se este email lhe foi dirigido e se desejar receber esses semanal Meditações Focadas, envie um email para globalvisionary@earthrainbownetwork.com com a frase "Por favor, envie-me e semanal Meditações Focadas" no campo de assunto do vosso email.
Para informação complementar (em Inglês), por favor tone a ver o material postado por Global Meditation Focus Group em http://www.earthrainbownetwork.com/FocusArchives/home.htm
A VOSSA AJUDA NA DIVULGAÇÃO ATRAVÉS DA NET DURANTE AS PRÓXIMAS SEMANAS SERIA MUITO APRECIADA

MIGUEL - VOCÊS ESTÃO IMERSOS NUM CAMPO DE ENERGIA QUE NUNCA EXPERIMENTARAM ANTES

 
Miguel
Canalizado por Ron Head
Em 12 de dezembro de 2013
 
Falemos hoje do solstício que se aproxima.

Nós desejaríamos que o máximo possível de vocês se preparasse para esse evento.

É verdade que vocês têm solstício duas vezes por ano, todos os anos.

E é verdade que para muitos, se não for para a maioria, este solstício não parecerá diferente do que sempre tem sido.

Entretanto, nós gostaríamos de destacar que vocês estão numa parte do universo que é totalmente única para esta época.

Vocês estão imersos num campo de energia que nunca experimentaram antes.

E vocês estão se aproximando de uma experiência ainda mais intensa disso do que vocês poderiam estar cientes.

Até aqueles de vocês cujas percepções permitem antecipar o que está chegando, não tem nada que ajude a entender o impacto que isto terá sobre vocês e seu mundo inteiro.

Muitos que realmente sentem, por não terem nada com que comparar, interpretam o evento como algo temeroso.

Nada poderia estar tão longe da verdade.

Parecerá para muitos que vocês receberam um imenso presente que vocês nem poderiam merecer.

Isso também não é verdade.

Entendam que são vocês que fazem esse julgamento.

O universo não opera em julgamento.

O universo opera em causa e efeito.

(Com humor) Vocês são meio limitados para conseguir se lembrar de todas as causas que vocês produziram.

Vocês também são meio limitados para entender a verdade de quem vocês verdadeiramente são.

Nós vemos sua compreensão dessas coisas como estando um pouco expandida no futuro próximo.

O que desejaríamos que vocês considerassem fazer é dedicar algum tempo no dia do solstício para passar em meditação, em grupos se possível, sozinhos se necessário.

E recebam em gratidão a luz que estará vertendo para seu mundo naquele momento.

Se vocês estiverem sozinhos, entendam que a sua intenção de estar incluído no coletivo será suficiente.

Esse dia mudará mais rapidamente seu mundo para o caminho que vocês desejam.

Isto é verdade sempre, mas nós, e vocês, procuramos momentos para melhor implementar essas coisas.

Se vocês puderem se unir a um grupo, tenham a intenção de que todos os grupos sejam como um também.

Deste modo, a grande mudança será feita.

Claro, nós celebraremos com vocês.

Este é um tempo de alegria, de sentir paz, de celebrar.

Nós estendemos nosso abraço amoroso para vocês nesta época.

Bom dia.



Copyright © Ronald Head. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link:
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com/

Respeite todos os créditos