sexta-feira, 10 de maio de 2013

O AMOR COMO CONCENTRAÇÃO, CIÊNCIA E CURA



MESTRE HILARION

Chama Verde

Oh, amados filhos do Amor,

Vós Sois o poder do Amor curativo que enlaça e aperfeiçoa todos os planos e reinos.
Vós Sois o Amor que dissolve as imperfeições humanas e estabelece a Perfeição do Pai.
Oh, amados filhos, Vós Sois a Chama Verde que penetra nos veículos e harmoniza os chakras, elevando as vibrações.
Vós Sois o Amor Verde que resplandece a Luz Divina e abre as trevas que circundam vosso planeta.
Vós Sois a Chama Verde que penetra em vossos corpos e desperta em consciência a Verdade Divina. Vós Sois Sacerdotes da Cura. Vós Sois o Poder do Espírito Santo.
Vós Sois a elevação da Terra em Amor. Vós Sois, junto a Nós, Cavaleiros de Maitreya.


HILARION

Amados Sacerdotes da Cura,

Das oitavas de Perfeição eu vos saúdo, agradecendo vossa caminhada e estimulando-vos a ser perseverantes na busca da própria perfeição, da Cura de vossos irmãos e da elevação do planeta.

Gostaria que pudésseis perceber, como Nós percebemos, a imensa alegria e glória que é ser um mestre de Cura. Pode existir alegria maior do que restituir a saúde a um planeta adoecido pelas criações humanas de deuses amnésicos?

Compreendei, amados sacerdotes, o ato de curar é o ato do próprio Amor de Deus.
Curar é amar.
Curar é restituir o Plano Divino.
Curar é voltar a produzir a melodia harmônica de Amor Cósmico.

Atentai bem, todo ato de puro Amor já é em si um ato de Cura.

E assim sendo, prestai bastante atenção, repito, todos são chamados a ser Mestres de Cura, porque todos são chamados a um Amor pleno.
Esforçai-vos, pois por desenvolver em vós o Momentum verde.
Sede, vós próprios, a Cura de Deus, o seu Amor.

Aqui quero deter-me um pouco mais, amados discípulos, preciso falar-vos sobre o Amor de Deus vivido nas vibrações do Raio Verde.

As qualidades que vou apontar são as qualidades que deveis esforçar-vos cotidianamente, minuto a minuto, para empregar em vossas próprias vidas.

O Amor, meus queridos amigos, significa Concentração, Ciência e Cura.

Não vos prendais em conceitos.
Quando falo em Concentração refiro-me à concentração encarnada em vosso plano físico e quando falo Ciência e Cura da mesma forma.
O conceito simplesmente racional é vazio.
O que importa é fazer da Concentração, da Ciência e da Cura partes integrantes do vosso Ser.
Este é o conhecimento verdadeiro, que não mais se dissolve.
O conhecimento é a própria vida a se desenrolar.
Não deveis dividir o que foi gerado UNO.

Assim sendo, amados filhos, exercitai a concentração a todo momento.

Pedi, insistentemente, o apoio e as orientações de Vista e Crystal.
Nada podeis fazer sem Concentração.
Concentração significa estar centrado no seu eixo primordial que é a própria Presença EU SOU.
Não vos afasteis de vosso Centro.
Mantende a Concentração nas mínimas e pequenas coisas.
Isso não significa absolutamente ser um "excêntrico", como é comum dizer entre vós.
A Concentração irá vos trazer, inegavelmente, uma aura superior, que será percebida por todos.
Porém, não vos afeteis.
Mantende a simplicidade e a alegria equilibradamente.

Vosso mundo não colabora muito para vossa concentração.

Ele é altamente dispersivo.
Já vos é sabido que não podeis vos afastar dele, pois ele é o vosso objetivo de cura.
Selecionai, porém, o que deveis freqüentar.
Vossos entretenimentos, encontros e trabalhos profissionais; vossos noticiários, passeios e festas não vos devem afastar de vosso Centro, não deveis quebrar a vossa Concentração.
Entregai-vos à vossa Presença para que ela vos diga onde deveis ir e até que ponto deveis chegar.
Ela sabe a medida.
Não deveis ter medo de serdes chamados de diferentes, pois sois mesmo diferentes: estais vos afastando do mundo das criações humanas e ascendendo ao mundo Divino.
Estais retomando ao Amor e para isso necessitais da Concentração.
A Concentração é, pois, importante para os vossos Decretos, para as visualizações e para perceberdes as necessidades de vosso crescimento pessoal.

Mas a Concentração vos proporcionará também a Ciência Divina.
A Ciência Divina consiste em conhecer o Plano Divino nos seus pequenos detalhes, para assim poder criar ou manter a Harmonia universal.

Vede quanto vossos cientistas precisam ainda ampliar seus horizontes.
Ao cindir espírito e matéria, eles criaram uma ciência humana que não consegue dar conta dos problemas que a si mesmo se propõe.
A ciência viverá ainda grandes momentos e será a partir do momento em que o materialismo científico for suplantado pela Ciência Divina, em que a mente racional possibilitar à mente intuitiva fazer avançar a pesquisa até o núcleo divino.
Amados, isto já se faz anunciar.
Esforçai-vos para buscardes a Ciência Divina.
Estudai muito, mas nunca percai vosso referencial divino.
Expandi vossa intuição e por meio dela dirigi a vossa razão, sequiosa de criações humanas.
O ego humano usa habilmente a razão.
Estejai atentos.
Entregai vossa razão à Presença EU SOU.
Que seja o Amor a guiar vossa razão.

Expandi muitas Chamas aos homens de ciência e de vida intelectual.

Eles precisam livrar-se das cadeias que para si mesmos arranjaram.
Estão sufocados.
Necessitam de ar. Precisam saber que o ar está na Divina Presença e que entregar-se a ela significa dominar um conteúdo que nunca suas limitadas razões ousaram sonhar.
Significa ser Mestres da Vida.
Envolvei-os em Chamas Verdes.
Trazei-os ao meu Templo.
Trazei junto a massa dos descrentes para que sejam trabalhados a fim de que a Verdade apresente-se-lhes à Visão.
Vede que magnífico Serviço de Cura, amados.

Compreendei bem que a Cura é uma decorrência natural do Amor, da Concentração e da Ciência Divina.

Repito-vos, Curar é Amar.
Sede, primeiro, curadores de vós próprios.

Tende equilíbrio e ritmo em vossa alimentação e trabalho.
Aprendei a utilizar os recursos naturais dos cristais, das ervas, dos exercícios físicos, do relaxamento, do poder das águas, do poder da terra, do poder de vossas intuições.
Abandonai, pouco a pouco a farmacologia industrializada de hoje.
E para isto necessitais aprender.
Estudai, pois.
Estudai vossos corpos, vossos chakras, vossos remédios naturais e equilibrai-vos em vossas Presenças.
Deveis ser a Cura de vós mesmos e de vossos irmãos.
Ficai atentos.
Onde houver doenças e desequilíbrios deveis atuar.
Concentrai-vos.
Utilizai a Chama Verde.
Usai vossos remédios naturais.
É a vossa forma de restituir a beleza do Plano Divino.
É vossa forma de amar.

Parai e vede quanta responsabilidade tende diante de vós.

Assumi-a.
Concentrai-vos.
Estudai.
Buscai a Ciência Divina.
Curai com Amor e eficácia.

Isto é amar.

EU SOU o Deus da Cura abençoando-vos e protegendo-vos.

PORQUE SOU UMA BRUXA


 

Sou uma bruxa porque Sempre que abro os olhos ao despertar, ...me emociono por mais um dia para viver, livre e comprometida com as coisas e as causas da Grande Mãe.

Neste momento procuro refletir a respeito dos tantos dias que nos foram tirados, por inveja, injúria e cobiça e peço luzes e força a Deusa Mãe para o dia de hoje.

Sou uma bruxa porque ao abrir as janelas e respirar o ar da manhã, agradeço a Deusa pelo dom da vida, e celebro o pai ar pCela sua presença em mim.

Sou uma bruxa porque, ao me alimentar, celebro aquele bendito alimento e bendigo todos aqueles que contribuíram com seu trabalho para que o mesmo chegasse à minha mesa.

Sou uma bruxa porque, sempre de alguma forma, renasce o amor em mim, e minha alma agradecida transmite luz.

Sou uma bruxa porque sempre me envolvo e me comprometo a serviço da justiça e da paz no mundo.

Sou uma bruxa porque estou sempre insistindo em abrir as portas do meu coração para transmitir os ensinamentos dos antigos e facilitar o despertar da grande arte nos corações dos que me cercam.

Sou uma bruxa porque estou sempre acendendo um fósforo sem maldizer a escuridão.

Sou uma bruxa porque busco a verdade sem jamais me conformar com a mentira e o subterfúgio.

Sou uma bruxa sempre que renuncio ao egoísmo e procuro ser generosa.

Sou uma bruxa quando sorrio para alguém, mesmo estando muito cansada, pois conheço o valor do sorriso.

Sou uma bruxa quando preparo um chá que vai curar, ou pelo menos amenizar a enxaqueca daquela vizinha chata.

Sou uma bruxa quando tomo um animal em meu colo para lhe amenizar a dor.
Quando planto e colho uma erva e agradeço a Gaia por tamanha dádiva.

Sou uma bruxa quando persigo a luz de uma estrela com o olhar e o coração nas trevas que nos circundam.
Quando levo a fé nos Deuses por entre linhas, apenas com minhas ações.

Sou uma bruxa quando em rijo, sinto o rio do sangue da vida que escoa nas minhas entranhas. Quando sou fogo que estimula o coito, e água que transforma e modifica cursos.

Sou uma bruxa porque me aconchego no seio sagrado da terra, voltando ao colo sagrado.
Quando abro o circulo invocando os ventos do norte, buscando no canal dos antigos o néctar do renascer.

Sou uma bruxa porque, quando falo em liberdade, me sinto águia.
Quando falo de sabedoria, me sinto coruja, e, quando falo do belo, me sinto arara.

Sou uma bruxa porque estou sempre atenta ao perfume, que não posso derramar no próximo sem que também me atinja e a lei tríplice se faz em mim.

Sou uma bruxa quando vivencio o sabor do pão partilhado.
Quando procuro pedir perdão e recomeçar.

Sou uma bruxa quando me recolho ao silêncio perante um julgamento preconceituoso ou injusto a meu respeito, entrego ao tempo.
Único polo óptico da verdade imutável.

Sou bruxa quando desenvolvo em meu ser a humildade de viver e morrer como o grão de trigo, para depois frutificar searas de luz, de tenacidade e esplendor.

Sou uma bruxa porque estou sempre ressurgindo das cinzas como Fênix.

E assim, retomar a minha vivência concreta, cujo itinerário principal é a minha Deusa interior, forte, guerreira, translúcida, serena e amorosa a despertar em mim.

Por tudo isso, sou uma bruxa!"