sábado, 19 de outubro de 2013

RENUNCIE À NECESSIDADE DE APROVAÇÃO EXTERNA


(...) Viva no presente, pois é o único momento que você tem.
Preste atenção à sua vida interior para que possa ser guiado pela intuição, e não por interpretações impostas externamente do que é bom ou não para você.
 
Ouça a sabedoria do seu corpo, que se expressa através de conforto e desconforto.
Ao escolher um determinado comportamento, pergunte ao corpo: "Como se sente a respeito?"
 
 Se o seu corpo enviar um sinal de sofrimento físico ou emocional, cuidado! Se o sinal for de conforto e animação, siga em frente.


Viva no presente, pois é o único momento que você tem.

Fique atento ao aqui e agora; procure a plenitude de cada momento.
Aceite o que chega até você total e completamente de modo que possa apreciar, aprender e deixar passar - seja o que for.
O presente é como deveria ser.
Reflete leis infinitas da natureza que trouxeram a você este exato pensamento, esta reação física. Este momento é o que é porque o universo é o que é.
Não lute contra o infinito esquema das coisas, em vez disso, una-se a ele.
Aproveite algum tempo para ficar em silêncio, para meditar, acalmar o diálogo interior.
Nos momentos de silêncio, perceba que está entrando em contato com sua fonte de pura consciência.
Preste atenção à sua vida interior para que possa ser guiado pela intuição, e não por interpretações impostas externamente do que é bom ou não para você.
Renuncie à necessidade de aprovação externa.
Você é o juiz do seu valor, e o seu objetivo é descobrir um valor infinito em si próprio, não importa o que os outros pensem.
Esta percepção traz grande liberdade.
Quando você se descobrir reagindo com raiva ou antagonismo a qualquer pessoa ou circunstância, acredite que só está lutando consigo mesmo.
Resistir é a resposta de defesas criadas por velhas mágoas. Ao renunciar à raiva, você estará se curando e cooperando com o fluxo do universo.
Saiba que o mundo "lá fora" reflete a sua realidade "aqui dentro".
As pessoas contra as quais você reage mais fortemente, seja com amor ou ódio, são projeções do seu mundo interior.
O que mais você odeia é o que mais nega em si mesmo.
Use o espelho dos seus relacionamentos para guiar sua evolução.
A meta é o autoconhecimento total.
Quando consegui-lo, o que mais você deseja estará automaticamente lá, e o que mais despreza desaparecerá.
Livre-se do fardo do julgamento - você se sentirá muito mais leve.
Julgar impõe rótulos de certo ou errado em situações que simplesmente são.
Tudo pode ser compreendido e perdoado, mas quando você julga, fecha as portas à compreensão e abandona o processo de aprender a amar.
Ao julgar os outros, você reflete sua carência de auto-aceitação.
Lembre-se de que toda pessoa que você perdoa é mais uma parcela somada à sua auto-estima.
Não contamine seu corpo com toxinas, seja através de alimentos, bebidas ou emoções venenosas.
Seu corpo é mais do que um sistema de suporte à vida.
É o veículo que o transportará em sua jornada rumo à evolução.
A saúde de cada célula contribui diretamente para seu estado de bem-estar, porque cada célula é um minúsculo ponto de consciência dentro do campo de consciência que é você.
Substitua comportamento motivado pelo medo, por comportamento motivado por amor.
Medo é o produto da memória, que reside no passado.
Ao relembrarmos o que nos magoou antes, dirigimos nossas energias para nos assegurarmos de que uma antiga mágoa não se repetirá.
Mas tentar impor o passado ao presente jamais afastará a ameaça de ser magoado outra vez.
Isto só acontece quando você encontra a segurança de seu próprio ser, que é o amor. Motivado pela verdade dentro de você, será possível enfrentar qualquer ameaça porque sua força interior é invulnerável ao medo.
Compreenda que o mundo físico é apenas um espelho de uma inteligência mais profunda.
A inteligência é o organismo invisível de toda matéria e energia, e, uma vez que uma porção desta inteligência reside em você, você compartilha o poder organizador do cosmos.
Por ser inseparavelmente ligado a tudo, você não pode se permitir prejudicar o ar e a água do planeta.
Mas, a um nível mais profundo, você também não pode se permitir viver com uma mente venenosa, porque todo o pensamento deixa uma impressão registrada no campo da inteligência.
Viver em equilíbrio e pureza é o bem mais elevado para você e para a Terra.

Deepak Chopra, in

Corpo sem Idade, Mente sem Fronteiras

Se você está no ponto de estourar



Se você está no ponto de estourar mentalmente silencie alguns instantes para pensar.

Se o motivo é moléstia no próprio corpo, a intranqüilidade traz o pior.

Se a razão é enfermidade em pessoa querida, o seu desajuste é fator agravante.

Se você sofreu prejuízos materiais, a reclamação é uma bomba atrasada, lançando caso novo.

 Se perdeu alguma afeição, a queixa tornará você uma pessoa menos simpática, junto de outros amigos.

 Se deixou alguma oportunidade valiosa para trás, a inquietação é desperdício de tempo.

 Se contrariedades aparecem, o ato de esbravejar afastará de você o concurso espontâneo.

 Se você praticou um erro, o desespero é porta aberta a faltas maiores.

 Se você não atingiu o que desejava, a impaciência fará mais larga distância entre você e o objetivo a alcançar.

 Seja qual for a dificuldade, conserve a calma, trabalhando, porque, em todo problema, a serenidade é o teto da alma, pedindo o serviço por solução.

 (André Luiz)

CONTINUEM ESSES TRABALHOS



Uma Mensagem de Serafim
recebida por Ben Kalil




Minha querida irmã (*), eu venho de muito longe por um caminho iluminado pelos fluídos de nosso Pai.

Eu venho de muito longe, mas tenho muito pouco para lhes dizer.

E eu digo isso, pois, como você, minha querida irmã em Jesus Cristo, disse há pouco (**), eu também não quero enganar ninguém.

Passo por este recanto com a permissão e com a proteção de Cristo, um dos maiores profetas abençoado por Deus.

Digo isso porque sou testemunha da fé, da devoção e do apego que vocês dedicam ao nosso Pai Maior e ao nosso Irmão Divino.

O que eu quero que vocês reconheçam é a importância dos trabalhos que vocês se propõem a fazer.

Quero que vocês reconheçam a importância de vocês existirem.

Vocês têm a alma iluminada, iluminada pela Luz Divina.

Vocês têm a fé, e essa fé faz de vocês pessoas úteis a serviço de nosso Pai, proclamando as suas ideias, as suas palavras aos seus irmãos que caminham por este planeta esplendoroso em que vocês vivem.

Continuem confiando em vocês mesmos, continuem com esses trabalhos santificados em favor das pessoas que vivem com vocês e que com vocês têm tido contato.

Continuem com esses trabalhos que geram conforto, que amenizam o sofrimento, as dores e as desesperanças daqueles que se sentem angustiados.

Nosso Pai, esse Ser lindo e amoroso, não quer que os Seus filhos tenham desesperanças, que se sintam magoados, que se sintam desesperados e que sintam dor.

Deus quer que Seus filhos sejam todos seres felizes.

Ele quer que sejam filhos fieis em sua crença e que lutem com galhardia para que possam sair dessa crise e se tornarem pessoas de bem, trilhando um caminho onde suas desesperanças tenham um fim e a esperança brilhe em suas vidas, em seus atos e em seus anseios de uma forma suave, doce; e que esses filhos angustiados possam tornar-se pessoas normais, como é o desejo de nosso Pai.

Eu sei, eu tenho certeza de que para muitos essas minhas palavras podem parecer um sonho, uma fantasia.

Mas o meu desejo e a minha ansiedade são de que vocês acreditem que tudo isso que vocês estão passando pode ter um final e que todas as suas revoltas possam ficar como meras lembranças do passado.

Parem, acreditem em Deus e acreditem em vocês mesmos.

Acreditem que vocês podem vencer essas adversidades, porque eu posso afirmar para vocês que vocês têm a força de modificar as suas próprias vidas.

Acreditem nisso, acreditem, como eu já disse, em vocês mesmos, porque é verdade que momentos felizes poderão fazer parte de suas vidas.

Vocês têm dentro de si o sopro sagrado da Vontade de Deus.

Vocês têm dentro de si a condição de melhorar as suas vidas.

Basta acreditarem que vocês são capazes disso.

Meus queridos irmãos em Cristo, todos somos filhos de Deus.

E eu clamo a vocês: ergam as suas cabeças e gritem pela vitória que querem; lutem com dignidade, com amor; lutem com afinco, não esmoreçam, pois nós, todos nós que aqui estamos, torcemos para que o mundo de vocês seja mais justo, mais piedoso e que o Amor entre vocês se torne um ato corriqueiro.

Esse não é só o nosso desejo, mas sim um desejo iluminado pelo Pai que nos criou.

Era isso que eu queria dizer a vocês.

Era isso que eu queria que vocês soubessem.

Você (***) não me reconhece porque é a primeira vez que por aqui eu passo, é a primeira vez que eu tenho contato com vocês.

Eu sou Serafim e por desejo meu quero que todos vocês que estão sentindo os maus momentos baterem em sua porta, não tenham medo de abrir essa porta, mas sim, que estejam preparados para porem esses maus momentos para fora de suas vidas.

Que os fluídos de Deus e que os Anjos de Deus estejam com vocês.


(*) - uma participante do grupo que o cumprimentou
(**) - Leitura de Colossenses 2
(***) - O anotador



http://blogsintese.blogspot.com
Respeite os créditos

LUZ e SOMBRA simulando um abraço do Cristo Redentor

 

Um trabalho do cineasta Fernando Salis, usando 8 projetores, com imagens bem selecionadas, editadas ao som de Bachianas Brasileiras nº 7 de Villa Lobos.
 
O efeito de LUZ e SOMBRA está demais !!!

 



 

sábado, 23 de outubro de 2010

ATRIBUTOS DE UMA ALMA VELHA



ATRIBUTOS DE UMA ALMA VELHA
Mensagem de Kryon
Através de Lee Carroll
20 de Agosto de 2010, Havaí




Saudações, meus amados, eu sou Kryon, do Serviço Magnético.

Eu estou sempre ciente de onde estou.
Sei quem está diante de mim, vejo as suas vidas passadas, vejo as perguntas que têm.

Oh, meus amados, o que parece tão complexo para vocês, é tão fácil para Deus. Vocês podem verdadeiramente liberar e deixar estas coisas se dissolverem, em um método que é tão sagrado para vocês? Porque eu conheço alguns dos enigmas que estão aqui. Então, durante estes momentos, quero que vocês sintam não somente o amor de Deus em suas vidas, mas também o amor que a ilha tem por vocês. Há um atributo que os habitantes lhes contarão: se a ilha não gostar de vocês, ela lhes falará; fará com que seja muito difícil para vocês viverem aqui e vocês saberão que não são parte da família.

O que vocês sentiram até agora? A água saudou vocês? E os animais dentro dela? Vocês se sentiram bem-vindos quando dormiram? Para alguns de vocês demorou um pouco, não é?

As águas de Lemúria estão cheias de poder, alguns dos objetos cristalinos ainda estão lá, ressoando com a história de Lemúria. Então, talvez na segunda ou na terceira vez tenham se sentido mais confortáveis e, finalmente, quiseram permanecer lá, não foi?

Quando vocês se dirigiram à beira da cratera, como vocês se sentiram? Puderam senti-la respondendo a vocês? Vocês perceberam o vento soprando? Ela não faz isso sempre. A respiração de Phele (deusa do vulcão), saudando vocês todos.

Atributos dos presentes

Estes são os atributos dos que estão nessa sala, porque todos os que estão aqui são almas velhas. Alguns de vocês sabem disso, outros não. Alguns de vocês estão extremamente cientes disso, outros não. Alguns de vocês começam a aprender o potencial de quem são; vocês ponderam sobre isso. Vocês chegam de dezenas de milhares de milhas, talvez até mesmo a um lugar que não fala as suas línguas. Vocês podiam realmente ter vivido aqui, nos dias originais (de Lemúria)? O que a ilha diz a vocês? Lembrem-se disto: nenhum de vocês fala Lemuriano. Não importa.

As sociedades nas quais vocês vivem agora é o lugar onde a terra espalhou vocês, onde seus registros akáshicos são os mais confortáveis, onde vocês mantêm suas luzes. Talvez a mensagem que devam saber seja esta: vocês podem estar em qualquer lugar em que queiram; não há nenhum limite quanto a onde possam ir nem para o que possam fazer, porque vocês são encarregados de suas próprias embarcações e a mudança neste planeta tornou isso ainda mais profundo.

Eu amo falar sobre almas velhas, porque tenho uma sala cheia delas, sem nenhuma exceção. Todos vocês são atraídos a este lugar e isto diz muitas coisas sobre vocês. Se eu posso ver isto, enquanto se assentam na energia do Espírito, quero que mergulhem na energia, tal como fizeram no oceano.

Vocês podem se sentir confortáveis por pelos menos alguns minutos e se sentirem amados? Vocês podem largar as barreiras que trouxeram - as que podem até mesmo estar criticando esta canalização – e deixar o Espírito entrar? O que vocês têm a perder? Eu disse isso antes, não disse?

É o fim da jornada. Os passeios cessarão. Todos vocês seguirão seus caminhos separados e viajarão para seus lares. Alguns de vocês pensarão que isto foi algo onírico. Alguns de vocês pensarão que foi como um sonho.

“Realmente aconteceu?” A parte tridimensional de seus cérebros acionará esse pensamento. Eu quero modificar isso. Eu gostaria que a energia que está aqui entrasse em vocês e fizesse parte daquilo que vocês chamam de “memória”, para que esse momento possa existir até os seus últimos suspiros, para que, sempre que estiverem em dificuldades e questionarem a si mesmos, possam invocar este momento e lembrarem-se do amor que está aqui. Nunca deixem isto ser esquecido.

Foi real a emoção que vocês sentiram na beira da cratera? Vocês podem negar alguns dos sentimentos que tiveram nestes dias? Até mesmo quando tiveram um tempo para diversão, fazendo de conta que eram turistas, não puderam senti-los? O próprio ar está cheio deles. Este é um lugar diferente de qualquer outro na Terra. É o que trouxe vocês até aqui.

Vocês podem perguntar aos habitantes o que os trouxe até aqui; e ouvir suas histórias, de como encontraram seus caminhos. Aqui vocês se assentam, almas velhas. Eu amo falar de almas velhas. Vocês têm muitos atributos que são similares. Cada um de vocês é um “buscador”. É uma palavra que usamos para dizer que vocês estão realmente descobrindo aquilo que está em seu interior, que é esotérico. Não são todos que fazem isso, sabem?

Quando vocês estão em restaurantes e escutam sobre o que outros estão falando, eles não falam sobre as mesmas coisas que vocês. Vocês estão interessados em vocês, no que está dentro de vocês. Vocês querem saber mais sobre como a vida funciona, como podem encontrar o divino em seu interior, como podem usá-lo na próxima fase de suas vidas.

Vocês são tão curiosos! Pergunta após pergunta... não é sobre isso que os outros estão falando, não é? Já perceberam que, até mesmo durante as férias, os outros querem reclamar das coisas? É um modo de vida, vocês sabem. Não é o de vocês. Já perceberam a diferença? E se vocês fossem à outra mesa e fossem forçados a estar com esses outros que não são “buscadores” e começassem a falar sobre o que é interessante para vocês? Qual seria a reação deles? Eles provavelmente iriam se retirar. Isso demonstra o quanto vocês são diferentes!

Almas velhas são muito diferentes.
É a sabedoria em seu DNA, que eles ainda não têm.
Vocês sabem disso, almas velhas.

Cada um de vocês tem uma paixão. Algumas estão satisfeitas, outras não. Vocês nesta sala possuem paixão pela vida. Alguns de vocês estão apaixonados pelo planeta. Alguns de vocês, apaixonados pelos que estão no planeta. Olhem quem está aqui e o que querem fazer. Quase que exclusivamente, vocês se tornam os ajudantes de alguém. Não se trata somente de vocês, não é?

Vocês estão confortáveis em suas próprias peles, querem ajudar os outros e possuem a sabedoria para fazê-lo. Há professores entre vocês que são bastante instruídos e há aqueles que apenas começaram a jornada, mas todos vocês são almas velhas. Vocês compartilham isto. Há outros atributos que vocês também compartilham. É interessante, porque esses atributos que vocês compartilham são desafios, são desafios para vocês e para aqueles ao seu redor.

A maioria das almas velhas é rebelde.
Vocês não querem que as pessoas lhes digam em que acreditar, não é verdade?

Caso seja no nascimento ou mais tarde, vocês se rebelaram contra o que foi dito a vocês, porque sabiam melhor. Alguns de vocês se rebelaram contra o drama dentro de suas famílias. Vejam, eu sei quem está aqui.

E qual foi a reação deles?
Vocês não falam mais com eles, não muito, não é verdade?
Eles falam bastante de vocês, percebem?
Para eles, vocês estão perdidos.

Vocês se perderam nas profundezas, como eles dizem, e abanam suas cabeças, em desaprovação. “É uma grande pena”, eles dizem.

Muitos de vocês perderam aqueles que vocês amavam, porque vocês são almas velhas e não poderiam estar em um lugar com uma energia velha.

Vocês não acham que a ilha sabe? Tão antigo como este lugar é, é a primeira energia a se modificar e a mudar com o planeta. Perguntem aos habitantes. Eles dirão que este lugar muda de momento a momento. Vocês podem senti-lo. O que isso lhes diz a respeito deste lugar? Talvez ele seja um portal. É mais do que isso. É a energia da essência da Terra.

Eu disse isto a vocês antes: cada vida humana singular está impressa na rede cristalina do planeta. Quando vocês têm uma sociedade, que durou milhares de anos, em harmonia, em paz, com iluminação, com a essência original do Criador, faz uma diferença para a terra.

Muitos de vocês que estão aqui são da Europa. Vocês sabem o que acontece a uma terra com milhares de anos de guerra e opressão? Ela se estende como em camadas que são pesadas, não é? Vocês sabem do que falo. Quando vocês seguem para o lugar onde milhões morreram, como vocês se sentem? Vocês não querem estar lá, não é verdade? É difícil apagar isso.

O que aconteceu aqui? Milhares de anos de amor. Foi um bom começo. Foi o melhor começo que a Terra já teve. Os Pleiadianos estiveram aqui, em todos os lugares. Embora o contrato de amor deles com este planeta ainda não esteja terminado. Eles vêm, vão e prosseguem. É lindo. Eles dirão algo: nunca houve um lugar melhor do que este, porque Lemúria estava isolada, sem contato com quem quer que fosse. Vocês poderiam dizer que se assentavam no caldo de sua própria criação e deu certo.

A sociedade era equilibrada e permaneceu naquele estado durante milhares de anos. Isso é o que vocês sentem quando chegam aqui: paz, serenidade, energia amorosa, onde a terra está sempre criando, hum? Pensem nisso: ainda é fonte criadora. O magma sai do solo e constrói nova terra em uma base regular. A Terra dá à luz nova energia, o tempo todo. Sentem isso?

Almas velhas frequentemente são frustradas.
Eu lhes direi por quê: porque as coisas não ocorrem rápido o suficiente.

Por que a alma velha é tão impaciente?
É um puro atributo de uma alma velha, de todos vocês.
Vocês sabem que estou certo.

Se vocês olharem para dentro de si mesmos, querem que as coisas aconteçam depressa, não é? Eu direi a vocês o por quê: porque têm vivido há eras; nascimento e morte, nascimento e morte, nascimento e morte ... as coisas permaneceram as mesmas. Nunca se tornaram um pouco melhor. Subitamente, você se encontram em uma mudança no planeta, a mudança que têm esperado, uma mudança que de fato se casa com a energia Lemuriana. É o que têm esperado há um longo tempo.

Então vocês estão impacientes.
“Façam acontecer mais depressa”, vocês dizem.
Vocês assistem aos noticiários e vêem energia velha todos os dias.
“Quando vai se tornar um pouco melhor?”, vocês dizem.

Seres humanos, vocês precisam saber que a consciência muda com as gerações. Vocês não podem iluminar uma civilização. A mudança é uma civilização que ilumina a si mesma e se ilumina através de nascimentos. A consciência daqueles que são jovens, nascidos na mudança, é diferente daqueles que vieram antes da mudança. Então leva mais tempo do que vocês querem, mas como eu disse antes, vocês olham para as pessoas jovens, porque é de onde ela vem. São eles que criarão paz na Terra. Não se surpreendam se eles alguns deles possuírem os atributos de uma alma velha! Quero dizer-lhes quem está criando isso: vocês estão.

Alguns de vocês perguntam “Por que eu estou aqui? O que devo fazer?”

Vocês estão frustrados e impacientes.
Deixem-me dizer-lhes o que estão fazendo.
Escutem, isto é esotérico.
Parceiro, (referindo-se a Lee Carroll), entenda isso corretamente!

A existência de vocês no planeta cria luz, luz esotérica e espiritual. Sem que vocês façam nada, sua existência cria luz.

Enquanto procuram dentro de si mesmos e se tornam mais perceptivos e obtêm mais conhecimentos, enquanto têm as “epifanias” de vida, criam luz. Esta luz se deposita sobre a grade cristalina da qual eu tenho falado. É a grade da consciência humana. E as crianças que nascem na Terra pegam aquilo que vocês criam, e são diferentes!

A mudança, que as almas velhas criaram e que vocês estão sustentando com a sua própria existência. Não perguntem o que devem fazer. Eu desafio vocês.

Eu quero que façam isso: sentem-se consigo mesmos e congratulem a si mesmos por mudarem o planeta, por apenas serem almas velhas. Há quatro de vocês aqui que sabem exatamente do que estou falando, porque vocês se sentem confortáveis com quem vocês são. Vocês estão à vontade com a iluminação que têm e não precisam fazer nada para cuidar da própria espiritualidade. Isso é o que os Pleiadianos queriam. Isso é o que os mestres do planeta queriam. Chama-se auto-descobrimento.

Deixem-me falar-lhes de um atributo da alma velha que não faz sentido. É psicologia. É a natureza humana. É tentar passar por algo que é difícil. Por que tantas almas velhas têm uma auto-estima tão baixa? Não levantem as mãos. Eu sei quem está aqui. Vocês não confiam em si mesmos.

Vocês não se vêem na majestade na qual nós vemos vocês. Em seus momentos mais secretos, vocês duvidam do que fazem. Eu lhes digo o que é isso: é quando o velho encontra o novo.

É difícil justificar a transformação e a mudança que ocorre em vocês. Vocês viveram milhares e milhares de anos em um sistema cármico, um sistema que automaticamente empurra e puxa vocês para as energias nas quais vocês têm que estar. Vocês se acostumaram com ele. Tudo o que vocês tinham que fazer era ser conduzidos na mudança. O carma tinha o leme e agora isso mudou.

Subitamente o carma desapareceu e vocês têm o leme em suas mãos e estão dizendo, “como devo conduzi-lo? Estou fazendo certo ou errado? Devo ir à esquerda ou à direita?”

Vocês estão aprendendo um novo sistema, alma velha.
As coisas não são sempre como parecem.

Até mesmo a alma velha está aprendendo algo novo e para alguns de vocês não parece ser uma sensação agradável. Então eu queria dar-lhes algum estímulo hoje. Confiem na primeira impressão de vocês. Confiem na sincronicidade. Confiem que o que vocês fazem é honrado pelo Espírito, e que durante todo o caminho vocês são amados, além de qualquer medida.

Na verdade, vocês são incapazes de cometer um erro.
Escutaram isso?

Vocês podem virar à direita ou à esquerda, mas serão sempre guiados de volta ao meio. Eu quero dar a vocês alguns atributos maravilhosos da alma velha, que são os que definem vocês:
- as almas velhas têm a capacidade para o maior amor que há no planeta: vocês podem amar pessoas que não amam vocês. Isso está fora do paradigma da humanidade. Não é muito 3-D, não é?

Quando alguém sacode um dedo diante de sua face e os chamam de estranho, esquisito, nomes... porque eles não entendem quem vocês são. Qual é a reação de vocês? A alma velha os ama e vê que isso faz parte da natureza humana; vai direito à essência e os ama.

Alguns de vocês estão envolvidos em amar outros que nada têm a ver com vocês ou suas famílias e sentem verdadeira paixão em ajudá-los. Outros olham para vocês e dizem “o que vocês estão fazendo? Eles não são nem mesmo o seu povo!” Oh sim, eles são. Vocês vêem a essência da humanidade, um no outro. Vocês os vêem como família. Que belo atributo da alma velha.

Vocês podem sair desta sala e amar Gaia. Vocês podem inspirar o ar e amar aquilo que entra em seus pulmões? Vocês podem abraçar uma árvore ou amar um golfinho? Um amor inacreditável que podem manifestar, e tudo aquilo que vocês amam, ama vocês em retorno. Até mesmo o ser humano não sabe que o que vocês estão fazendo possui um instrumento espiritual interno que ama vocês em retorno. É um sistema interessante. Este é um belo atributo da alma velha: a capacidade de amar.

Deixem-me dizer-lhes um outro atributo: a alma velha tem a habilidade de se auto equilibrar. A maioria dos seres humanos tem que ser ajudada para sair de um estado depressivo. Quando a alma velha tem um dia ruim, ele ou ela sabe que passará. Em outras palavras, ela sabe onde o equilíbrio está e vai até ele. É automático. Muitos de vocês experimentaram isto. Muitos de vocês estão sentindo isto novamente, agora.

Não importa qual seja a dificuldade em suas vidas nesse mesmo instante, não importa o quanto possam sentir-se sombrios, o seu poder e a sua energia se auto corrigirão. Vocês sempre vão voltar ao ponto de equilíbrio e isso é precioso. É um belo atributo. Eu suponho que o que estou dizendo é isto: não importa o quanto esteja escuro, vocês sabem que tudo o que devem fazer é esperar um pouco e o sol virá novamente.

A maioria dos seres humanos não compreende isso, nem faz idéia disso. Eles parecem estar à deriva com suas emoções e desequilíbrio. Eles entram no “modo” do ego, de drama, mas a alma velha entende de equilíbrio. E aqui vocês se assentam. Vocês sabem que estou certo. Talvez não tenham percebido isto em si próprios. Talvez nem mesmo tenham reconhecido isto. É por esse motivo que têm tanta sabedoria.

Vocês não perceberam alguma coisa? A alma velha pode caminhar e ver os problemas em outras pessoas. Elas podem identificá-las e amá-las; vocês podem reconhecer que drama é drama. Vocês podem ver o desequilíbrio. Alguns de vocês correram rumo à direção oposta por causa disso, porque não poderiam conviver com isso. Estava certo. Isso é o que uma alma velha pode fazer.

Vocês percebem isso a respeito de si mesmos?
Vocês são realmente psicólogos, não são?
Vocês sabem quando o desequilíbrio está lá; a maioria dos seres humanos não sabe.

Almas velhas têm a capacidade de sentir a energia.

Voltem-se para aqueles que estão no planeta pela primeira vez.
“Vocês sentem essa energia?”
E eles olhariam para vocês como: “o que é energia?!”
Vocês a sentem, agora mesmo.

Há muitas coisas acontecendo nesta sala, já há algum tempo. Aqueles que vocês chamam “anjos” e “guias” estão ao redor de vocês. É quase como se aqui fosse uma catedral, bonita e sagrada. A luz inter dimensional tremula nesta sala, enquanto eles fazem uma coisa: eles reverenciam vocês. Isso é o que está acontecendo aqui. Alguns de vocês o sentem. Podem banhar-se nessa energia?

Para um ser humano que nunca esteve no planeta, não haveria nada a sentir: nenhum discernimento ou compreensão; eles precisam vir e partir, vir e partir, vir e partir... Eles precisam construir aquilo que é sabedoria. Vocês sabem como a Terra funciona e, quanto mais vocês viverem, mais poderão sentir o que há ao redor de vocês. Isso faz vocês diferentes, mas vocês sabiam disso, não é?

Um último atributo: a alma velha tem a capacidade de estar completamente sozinha.

Não é necessariamente o que vocês querem, porque os seres humanos anseiam pelo amor uns dos outros, mas vocês ficam bem. Vocês não são co-dependentes de seus relacionamentos com os outros. Alguns de vocês terão relacionamentos com outros, alguns de vocês não, mas vocês estarão bem; o simples pensamento de que poderiam estar sós e ser completos; porque, de que vocês precisam, além do amor de Deus? De que vocês precisam?

Vocês o ouviram, à beira do vulcão, e vou repeti-lo ainda mais uma vez; fiquem onde possam dizer: “Tudo está bem na minha alma!” Sintam os ancestrais diante de vocês nessa sala, reconhecendo seu conhecimento e seu poder. Eles lhes diriam algo agora, porque as vidas deles e as suas vidas têm sido sempre relativas a este tempo. A mudança está aqui.

Eu farei uma declaração agora: alguns de vocês são os seus próprios ancestrais, neste lugar.

Aqueles que vocês reverenciaram na beira da cratera são vocês mesmos. Essa é a profundeza nessa sala. É a ironia que está aqui. Todos os ancestrais estão dizendo isto a vocês: é um tempo de mudança, façam-no valer! Não percam a oportunidade!

Levem a luz a todos os lugares de onde vocês vieram, porque isso fará uma diferença. Se alguma vez duvidarem de si mesmos, voltem até aqui por si próprios. A família vai dar-lhes apoio. Ela está sempre aqui. Deixem que este seja um refúgio, onde vocês sempre podem sentir o amor de Deus. Essa é a nossa mensagem.

Ela é grande demais para vocês?
Não deveria ser, porque todos vocês têm uma alma muito grande.

Agora podem amar uns aos outros mais do que podiam quando chegaram? Certamente. Peguem a informação e a apliquem no que for apropriado para vocês.

E assim é!
Kryon.



___________________________________

Transcrição e tradução do áudio:
http://www.kryon.com/cartprodimages/download_Kona_2_10.html

Tradutores: Marcus Vinícius Pinheiro de Castro -
Mary de Godoy Moreira

Fonte:
http://www.luzdegaia.org/

_______________________________________

LUZZ!!
STELA

DE CORAÇÃO A CORAÇÃO



 

UM DIA... UMA MENSAGEM E UM DIÁLOGO


 


A Mensagem de Nestor
Canal: Ben Kalil
em 02 de maio de 2008

"Olhai as rosas brancas de Maria que estão purificadas por suas lágrimas."

"Ave Maria, mãe de Deus."

São coisas lindas, não são?

Fogem das desgraças e direcionam a momentos saudáveis, a momentos limpos que estão longe daquilo que pensam os devastadores que depredam tudo o que é bom.

"Santificado seja o Vosso nome aqui na terra como em todos os mundos habitados."

Ah, meu Deus.
Ah, meu Nosso Senhor Jesus Cristo.
Como seria bom se o mundo que o nosso Pai criou seguisse a vontade de Nosso Senhor Jesus Cristo e a pureza do coração de Maria.

Mas quiseram os homens poderes maiores.
Eles acharam que podiam ter mais poderes que o nosso Pai.
Tornaram-se guerreiros e, com a força de seu mau caráter, com a força de suas armas de aço, quiseram e se tornaram reis; tornaram-se imperadores.
Construíram reinos, construíram impérios, mas para si mesmos, para os seus aliados, para as mulheres bonitas que sabiam bailar, para os homens volúveis que sabiam enganar.

Era esse o império, era esse o reino.
E para eles não existia o povo.

O povo, meu Deus - é isso que me deixa indignado! - não era nada.
Servia apenas para os trabalhos árduos para que eles, os chamados nobres, pudessem viver com conforto, com luxo e sem precisar dispor do que mais dignidade dá aos homens: o suor que brota dos poros desse seu rosto, dos poros de todo o seu corpo.

Mas isso teve um final: caíram os reinos, caíram os impérios; só não caíram a ganância e o desejo de enriquecimento usando o poder que é legado pelo próprio povo.

O povo hoje é livre para escolher os seus imperadores.

Mas eles já não caíram?!

Isso é o que pensa o povo de hoje.

O que mudou?

O que o povo ganhou?

Liberdade, democracia. É isso.

O povo agora é livre, pode fazer o que quer - desde que pague com o suor e com dificuldade os seus impostos para que eles possam, com esse dinheiro, com esse vil metal, enriquecer a si e a todos aqueles que lhes dão guarida, que lhes dão apoio para o seu governo.

E o povo?

O povo continua igual ao que era antes.
O povo trabalha para sustentar essas pessoas que não trabalham, que enganam, que corrompem e que são corrompidas.

As flores brancas purificadas pelas lágrimas de Amor, de ternura e de dor cruciante não só por Seu Filho, mas também por todos que, agrupados, seja em que região for, regiões ricas ou regiões pobres, serão para todo o sempre os alicerces que sustentam a ostentação dos poucos que não querem reconhecer o poder de Deus, o caminho santificado de Nosso Senhor Jesus Cristo?

Eles estão alheios à religião - seja ela qual for, porque todas têm um caminho e esse caminho termina no Reino, no único Reino onde todos serão iguais: o Reino de Deus.

Não liguem para o que eu digo, pois eu sou um indignado.

Chamam-me de Nestor.

O DIÁLOGO
Anotador: Cumprimentei-o, disse que estava com saudade e que ele, apesar do teor pesado de sua mensagem, parecia mais calmo, mais pacato que o normal.
Ele disse que era o cansaço.
Comentou que há milhares de anos isso ocorre, e não há conscientização. Nem mesmo com o esforço de Cristo houve a conscientização necessária.
E começou a comentar sobre a vida da Terra, referindo-se às catástrofes naturais e à mudança geral no planeta.
Perguntou-me se não se chamava automóvel o que usamos para transporte.
Eu disse que sim.
Então ele perguntou se não era preciso fazer manutenção no automóvel, e também nas construções.
Eu respondi que sim.
E ele disse: "O planeta também precisa de manutenção."
Ele comentou que o homem cada vez mais está inventando coisas, aparelhos. E que essas peças vêm acompanhadas de um livro que ensina a usá-las.
Eu comentei que se chamava "Manual".
Então ele falou sobre um aparelho extremamente complexo e perfeito chamado "cérebro" e que jamais o homem conseguirá inventar algo ao mesmo nível. Mesmo juntando-se todas as invenções humanas até o dia de hoje e incluindo as do futuro, elas não equivalerão a 10% da capacidade do cérebro.
Então disse:
"Mas onde está o manual do cérebro?

O cérebro não vem com manual.
E como saber como usá-lo?
A resposta está no coração, não o órgão, não o coração físico.
Você tem alguns exemplos nas escrituras, em Jesus Cristo.
Mas a base mesmo, o entendimento mesmo, só virá do coração."

Então falamos sobre evolução, sobre a transição da Terra, o que ele não quis entrar em detalhes.
Voltou ao assunto da devastação do planeta, do abuso dos não evoluídos, da violência.
E então disse: "E não se esqueça: você é povo."
Então se despediu e encerrou a comunicação.
Respeite os créditos

NA LUZ BRILHANTE DO DIA DA TOTAL CONSCIÊNCIA NÃO HÁ PROBLEMAS


 

Uma Mensagem de Saul
recebida por John Smallman
em 31/10/2010


A longa jornada da humanidade através do tempo e da ilusão está se aproximando do fim conforme mais e mais de vocês começam a se tornar conscientes de que vocês são seres espirituais e começam a permitir que esse reconhecimento os oriente.

Sua orientação espiritual está sempre disponível, sempre com vocês, mas a maior parte do tempo vocês estão distraídos e fascinados pela complexidade da sua realidade ilusória e inconscientes desta poderosa energia espiritual que os envolve em todos os momentos de suas existências.

É semelhante a estar em um quarto que está escuro, tentando tatear o local quando vocês poderiam simplesmente acender a luz ou abrir as venezianas e deixar a luz do dia entrar.


Deixar a luz do dia entrar é do que se trata o despertar.

A ilusão é muito escura, e vocês a dissolvem deixando entrar a luz.

Quando vocês fizerem isto, descobrirão que a vida ficará mais clara, já que a confusão e engano simplesmente desaparecerão.

Dentro da ilusão, onde vocês estão atualmente, porque, metaforicamente falando, as luzes estão apagadas e as venezianas fechadas, a claridade é impossível.

Vocês podem pensar sobre os problemas, comunicar suas ideias (normalmente com dificuldade) aos outros, e descobrir soluções, mas elas geralmente são muito pouco satisfatórias.

Na luz brilhante do dia da total consciência não há problemas; somente há ideias criativas e empreendimentos que funcionam perfeita e transparentemente, e que são entendidos por todos.

É por isso, claro, que vocês precisam despertar, para que vocês possam aproveitar esse estado maravilhoso.


Enquanto isso, enquanto vocês estão se aproximando cada vez mais desse divino estado de existência, continuem com suas horas de quietude regulares ou períodos meditativos, durante os quais vocês relaxam e observam seus pensamentos indo e vindo sem vocês se prenderem a eles.

Vocês estarão cônscios por momentos, ou possivelmente por longos períodos, quando nenhum pensamento surge e vocês se sentirão calmos e em paz.

Durante esses momentos é mais fácil "ouvir" seus guias ou captar sua intuição, e também se permitir sentir a abundância do amor incondicional que os envolve o tempo todo.

Quando vocês experimentam este estado, mesmo que brevemente, vocês são capazes de reconhecer que aqueles com quem vocês têm divergências ou aqueles que parecem estar atacando vocês, na verdade estão pedindo por amor.

Vocês podem ver que eles, como vocês, estão sofrendo, e seu coração vai até eles em compaixão e perdão com muita espontaneidade e sem esforço.

Apesar de que provavelmente não será aparente para vocês, isto proporciona cura a eles, e aquilo que vocês dão vocês recebem, então vocês também se elevarão e fortificarão seu desejo e intenção de se autoperdoar.

Perdoar verdadeiramente é contagiante e vocês reconhecerão isto com o aumento da facilidade que vocês terão de perdoar os outros, e vocês poderão ficar bastante surpresos quando os julgamentos e ressentimentos há tanto tempo mantidos simplesmente se dissiparem deixando-os em paz e contentes.


E é a partir deste estado que vocês finalmente despertarão na feliz magnificência da Realidade, sua destinação e seu eterno Lar.

Vocês estão voltando para Casa, vocês sabem disto, vocês estão começando a sentir isto, e uma recepção gloriosa os aguarda.


Com muito amor, Saul.



fonte: http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/
Respeite os créditos
 

A Assinatura de Deus no Gene Humano


 

 
Além de ter criado o homem à Sua imagem e semelhança, Deus compartilha com Seus filhos os atributos do Seu nome, que estaria gravado em suas células.
 
É o que sustenta o escritor e pesquisador Gregg Braden ao ligar os alfabetos bíblicos, hebraico e árabe à química moderna.

Aí,diz ele, encontra-se um código perdido, um alfabeto traduzível que é a chave para os mistérios de nossa origem e vive conosco desde sempre.
 
A pesquisa de Braden revela que os elementos hidrogênio, nitrogênio, oxigênio e carbono, que formam o nosso DNA, podem ser substituídos por letras das antigas línguas. 
 
"Com isso, o código da vida se transforma em uma mensagem eterna.

Traduzida, ela mostra que as letras do antigo nome de Deus estão codificadas como informação genética em cada célula da vida", sustenta o pesquisador em seu novo livro "O Código de Deus - O Segredo do Nosso Passado, a Promessa do Nosso

A chave para traduzir o código do DNA para uma linguagem significativa é aplicar a descoberta que converte os elementos em letras. 
 
"Com base em seus valores equivalentes, o hidrogênio se transforma na letra hebraica yod (y), o nitrogênio na letra hey (h), o oxigênio na letra vav (v) e o carbono na letra gimel (g).
 
Essas substituições revelam que a antiga forma do nome de Deus, YH, existe como química do nosso código genético.
 
Por meio dessa ponte entre o nome de Deus e os elementos da ciência moderna, é possível desvendar o mistério e descobrir um significado ainda maior no antigo código que vive em cada célula do nosso corpo", sustenta Braden.

O pesquisador considera que a sua pesquisa evidencia um ato divino:"Preservada dentro de cada célula dos cerca de seis bilhões de habitantes do nosso mundo, a mensagem é repetida, muitas vezes, para formar os elementos de nossa existência.
 
Ela está dentro de cada um de nós, independente de raça, religião ou crença".

Descoberta poderia levar à união dos povos

A pesquisa de Gregg Braden é polêmica.
 
Mas ele acredita que "a assinatura do antigo nome de Deus oferece um denominador comum inédito, que nos permite resolver as diferenças.
 
Essa evidência palpável nos dá também uma razão para acreditar que a paz é viável e vantajosa.
 
Como cidadão do mundo, somos muito mais do que as religiões, crenças, modos de vida, fronteiras ou tecnologias que nos separam.  
 
Nos momentos em que duvidamos dessa verdade imutável, basta lembrar da mensagem que trazemos no corpo. Esse é o poder da mensagem que há dentro das nossas células".

O nome de Deus tem as mesmas letras e o mesmo sentido em todas as línguas, alega o pesquisador.
 
Tanto a tradição judaica como a islâmica têm uma ancestralidade comum representada pelo patriarca Abraão, mas suas interpretações dos ensinamentos diferenciaram-se ao longo dos séculos.
 
"Mesmo levando em conta essas diferenças, o código numérico oculto dos alfabetos hebraico e árabe revela precisamente o mesmo valor e produz precisamente o mesmo segredo do nome de Deus no nosso corpo.

Com isso, o código leva a mesma mensagem de esperança para as três religiões que congregam mais da metade da população do mundo: o Judaísmo, o Islamismo e o Cristianismo".

Braden interpreta que a mensagem "Deus eterno dentro do corpo" possa ser traduzida de várias maneiras. 
 
"Seja qual for a fonte do nosso código genético, o alto grau de ordem contido na mensagem diz que existe alguma coisa "lá fora".
 
A mensagem que trazemos no corpo é sem precedentes como base comum para a resolução de nossas diferenças".

Carbono nos torna diferentes de Deus

"Somos o produto de elementos e moléculas que se combinaram ao acaso para produzir o milagre da vida, ou somos o resultado de um ato intencional de criação?  
 
Embora não se elucide a origem do código em nossas células, o simples fato de sua existência e a pouca probabilidade de essa mensagem ter-se formado ao acaso sugerem que há uma inteligência e uma intenção subjacente à nossa origem", infere Gregg Braden.
 
O pesquisador deixa claro que, antes de escrever o seu livro, foi preciso estabelecer com a maior precisão possível o nome pelo qual a presença sobre o Monte Sinai se identificou para Moisés.
 
Após 12 anos de pesquisas, ele concluiu que "há um nome que sobrevive como o nome pessoal de Deus: YHVH, o eterno".
 
Segundo Braden, "quando substituímos os elementos modernos pelas quatro letras do antigo
nome de Deus, temos um resultado inesperado, à primeira vista.
 
Trocando o h final de YHVH pelo seu equivalente químico, o nitrogênio, o oxigênio e nitrogênio (HNON), todos eles são gazes sem cor, sem cheiro e invisíveis.
 
Substituir 100% do nome pessoal de Deus pelos elementos deste mundo cria uma substância que é uma forma de criação intangível, mas real".

O pesquisador lembra que as primeiras definições de Deus dizem que Ele é onipresente e que, no nosso mundo, assume a forma invisível aos olhos.
 
"Então Ele só pode ser conhecido por meio de suas manifestações.
 
Os primeiros capítulos do Gênesis relatam que é nessa forma não-física que o Criador estava presente no tempo da criação". 
 
Braden deixa claro que a humanidade compartilha das três primeiras letras antigas que representam 75% do nome do Criador, "mas a quarta e última letra do nosso nome químico nos separa de Deus.

Enquanto a presença de Deus é a forma invisível e impalpável dos três gazes, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio, a última letra donosso nome é aquilo que nos dá a cor, o gosto, a textura e os sons do corpo: o carbono.
 
A única letra que nos separa de Deus é também o elemento que nos torna reais no nosso mundo".


O propósito

 

 

Homem errante pelas veredas da vida, caminhas sem destino por onde milhares de passos já marcam o chão da derrota.
Condicionado por força maior, vive simplesmente o que a vida lhe propõe sem se esforçar o mínimo que seja para galgar o conhecimento do além-túmulo.
Está simplesmente morto, o espírito lhe foge as narinas e a mente lhe empurra a cada dia ser um completo fracassado.
Enriquecer irá, apenas com o que a vida de pior tem a lhe oferecer.
As verdinhas encheram-te a conta bancaria e a vadiagem completaram o seu coração.
Lugar inóspito é esse planeta, grande deserto da ilusão e da mentira.
A alvorada tão bela não mais incendeia o rosto dos homens, eles apenas acordam do sonho descontrolado para sentar-se a frente do tubo de imagens para que adentrem ao sonho imposto pelos governantes.
Tudo isso devido à incapacidade que pode ser observada nos homens que é a de pensar.
O pensamento extremamente limitado do homem antigo o faz ficar apenas na superfície do conhecimento superior, apenas aqueles estudados, os verdadeiramente versados nas ciências, esses sim alcançam alturas incalculáveis.
Porem, o homem com a desculpa de que é somente um mortal vive uma vida medíocre e sem propósito do qual ele acredita ser intimo de todas as pessoas e que pode abrir o seu coração a outro animal como ele mesmo.
Vagam conversas desnecessárias todos os dias de sua vida, comentários impertinentes e um ímpeto de irritar uns aos outros que não faz sentido algum.
Simplesmente adentram onde não são chamados como se aquilo fosse normal e comum ao ser humano.
A falta de noção própria e de noção alheia afeta toda sociedade num nível que conhecer é ficar louco. Simples detalhes que são expostos no dia-a-dia do homem vigilante faz dele "menos pior" que estes animais irracionais que matam a própria espécie.
Um grupo seleto de seres nascentes da luz do conhecimento próprio começa a surgir no seio de primitivos homens das cavernas.
Discordam sim aqueles que pensam, como que se o que eu tivesse proposto, fosse algo desigual, acredito que não, acredito que apenas indago sobre algo natural.
O propósito é a palavra chave para que a luz nascente do espírito de fogo que habita no ser humano, inunde-o, e o faça compreender que esta vivo e que tem uma missão importante para cumprir.
Todo aquele que vive sua vida medíocre sem a percebê-la é um grande egoísta e um grande inútil no mundo.
Pedras inúteis geralmente tem sem tempo para serem descartadas, por misericórdia é que ainda ocupa espaço no mundo.
  Procuremos todos os propósitos enobrecedores que façam produtivas, todas nossas ações, de forma que por pequenas que estas sejam para o mundo, estas representam grandes avanços para nós, avanços em direção o conhecimento próprio e a união com a verdade suprema.
Pergunto a todo vagabundo, sem o seu porque viver, porque é que você vive?
Sê existe um Deus, se ele é Justo e Perfeito, e ele criou o ser humano pensante, pensar não é pecado, exercitar o pensamento é honrar ao pai que dá vida ao filho para trabalhar, conquistar, criar, dar vida, progredir, evoluir.
Os que estagnam nesse ponto são os que justamente dizem, “tem coisas que pertencem apenas para Deus”, geralmente religiosos de pensamento limitado.
Pense, desenvolva, crie, verás que não faz mal, verás que foi um grande preguiçoso, e que a mente é a única coisa que sobrevive, mesmo depois da morte.
O pensamento não pode ser tocado, muito menos o fôlego de vida abandona as inspirações superiores, ninguém pode tirar do homem a vontade que habita dentro de si, e ninguém pode fazer com que o homem mude sua forma pensar, a não ser que esse homem o permita.
Os que permitem são os limitados de pensamento. 

Humano Não Sobreviverá na Terra - Stephen Hawking



Stephen Hawking é um dos maiores astrofísicos da atualidade, e suas visões, indiscutíveis e acatadas por toda comunidade científica mundial.  

Stephen Hawking:  única chance do ser humano será deixar a Terra

Stephen Hawking lançou o livro com sua filha Lucy e o físico Christophe Galfard
Foto: AFP

Cientista acredita que ser humano não sobreviverá na Terra

Foto: AFP

Hawking afirma que, ao menos que a raça humana colonize o espaço nos próximos dois séculos, vai desaparecer para sempre.
 
Em entrevista ao site Big Think, o cientista diz que a única chance de sobrevivência do ser humano é sair da Terra e habitar novos planetas.
 
As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.

"Eu vejo um grande perigo para a raça humana.
 
Houve vezes no passado em que a sobrevivência (do ser humano) foi incerta.
 
A crise dos mísseis de Cuba em 1963 foi uma delas", disse Hawking.
 
"É provável que a frequência dessas ocasiões aumente no futuro.
 
Precisamos de muito cuidado e discernimento para negociar tudo isso com sucesso".
 
Apesar do aviso, Hawking se diz otimista com a
possibilidade de colonizarmos novos mundos.

No início deste ano, o cientista havia dito que o ser humano deveria evitar contato com formas de vida alienígenas, já que não temos certeza se elas seriam amigáveis.
 
Desta vez, o astrofísico afirma que o próprio modo de vida da  humanidade pode fazê-la desaparecer.

"Nossa população e o uso de recursos finitos do planeta Terra estão crescendo exponencialmente, assim como nossa capacidade técnica para mudar o ambiente para o bem e para o mal", diz Hawking.
 
"Contudo, nosso código genético carrega instintos egoístas e agressivos que foram vantagens necessárias para a sobrevivência no passado.
 
Será difícil evitar o desastre nos próximos 100 anos, ainda mais nos próximos mil ou 1 milhão".

Hawking já havia falado sobre a possibilidade de ser criada uma espaçonave capaz de viajar para o futuro.
 
Ou seja, o equipamento utilizaria a viagem no tempo (apenas para o futuro) para atravessar grandes distâncias.
 
Segundo a previsão de Hawking, a nave levaria seis anos para atingir sua capacidade máxima - 98% da velocidade da luz -, enquanto que um dia nela seria equivalente a um ano na Terra.
 
Assim, após 80 anos, ela seria capaz de chegar aos limites de nossa galáxia.