sexta-feira, 26 de abril de 2013

Calvície


Por: Cristina Cairo
Data de Publicação no site: 13/04/2012


Muitos homens e mulheres que hoje têm queda de cabelos ou que já sejam calvos, provavelmente se sentirão ofendidos ao lerem essa mensagem.
Gostaria, entretanto, que isso não acontecesse e que houvesse compreensão por parte do leitor, pois o que eu digo a seguir servirá de apoio para o seu autoconhecimento e desenvolvimento comportamental.

Toda observação colocada aqui foi desenvolvida através de pesquisas e estudos com bases milenares nas medicinas chinesa, japonesa e indiana.

Portanto, minha intenção é fazer com que todas as pessoas passem a se conhecer melhor e, a partir daí, sejam capazes de trabalhar seu próprio aperfeiçoamento.

Kami é a palavra chave para a saúde dos cabelos. Kami, em japonês, além de significar cabelo, significa superiores e Deus.

Os cabelos nascem na parte superior da cabeça, que é o ponto mais alto do nosso corpo.

A queda de cabelos acontece àqueles que desrespeitam seus superiores, seja por palavras, seja pela conduta ou mesmo porque os ignoram (superiores simbolizam àqueles que não pensam como nós, e impõem suas idéias com autoridade e desprezam a verdade do outro, que podem ser pai, mãe, avós, patrões ou qualquer pessoa que tenha poder financeiro ou emocional sobre nós).
O calvo nasceu para ser líder e não suporta autoridade sobre sua vida, não aceita ninguém tentando mudar seus planos de vida, porque vivem para controlar e organizar sua própria vida e a vida dos outros.
"O calvo é a melhor pessoa para lhe dar informações quando você está perdido na rua, porque ele será perfeccionista, atencioso, e provavelmente levará você até o local, enquanto que os cabeludos, são atenciosos, porém, pedem para que você prossiga e pergunte no posto de gasolina".

Até muitos líderes religiosos são calvos na região parietal.

Eles acreditam que estão despertando espiritualmente, entretanto, apenas possuem o conhecimento da palavra de Deus e tornam-se muitas vezes presunçosos.

Pessoas que desejam brilhar e se destacar muito têm tendência a se tornarem calvas, pois tornam-se extremamente orgulhosas.

Existem dois fatores muito fortes que causam a calvície: a tendência a controlar tudo (não podendo ser contrariado) e um orgulho fortíssimo que chega a cegar.

Há também o caso das pessoas hipersensíveis que se magoam com as atitudes, até sutis, de outras pessoas e costumam guardar esse ressentimento no coração por muito tempo ou... para sempre!

Aqueles que vivem inconscientemente sempre se defendendo de ataques imaginários - e como defesa acionam suas glândulas sebáceas - causam maior oleosidade no couro cabeludo e costumam ser vítimas da calvície.

Alguns animais quando se sentem acuados, liberam um odor repelente, mudam de cor ou produzem um aumento de gordura na pele para se tornarem escorregadios e conseguir uma chance maior de escapar do inimigo, ou afugentá-lo.

Isto acontece também com o ser humano, desde que ele possua certas crenças primitivas que o levem a se defender constantemente.
Este fato não significa absolutamente que uma pessoa assim seja primitiva em sua conduta, mas apenas que ela age acreditando que este mundo é hostil.

Quanto à afirmação de que a calvície é um problema hereditário, o que posso dizer é que ser transmitido de pai para filho não é o problema em si, mas sim o temperamento atávico que se desenvolve pela educação. Em outras palavras, o que acontece é que o pai traz consigo uma crença que despeja inconscientemente em seu filho, inclusive através de atitudes.

Hoje os cientistas provam, por testes em laboratórios, que os genes sofrem transformações com o auxílio de substâncias orgânicas e químicas.

Outras experiências comprovam a eficiência e o poder da energia elétrica nervosa do próprio indivíduo transformando sua escala genética.

É cômodo aceitar que a verdade da calvície está na natureza humana.

A natureza humana é perfeita! Nós é que, por falta de conhecimento, agimos na defesa ou no ataque, provocando sérios danos ao nosso organismo.

Os pensamentos diários são responsáveis pelo acúmulo de emoções boas ou ruins.

As emoções "trocam" com o sistema nervoso e com o cérebro e, através de outros estímulos nervosos enviam agentes químicos como resposta.
Esses agentes químicos vão trabalhar de forma a destruir ou reconstruir as células sobrecarregadas por aquele estímulo nervoso.
Veja: se o pensamento for negativo, a emoção será negativa e enviará ao cérebro um chamado de "socorro". Este, por sua vez, mandará, rapidamente, um "exército" de agentes químicos para o local do conflito e assim começará o "massacre" interno.
Como, inconscientemente, cada parte do nosso corpo simboliza uma emoção, o "exército" irá atacar exatamente onde foi chamado.

No caso da pessoa calva, o ataque acontecerá no alto da cabeça, porque é ali que se encontram os superiores que "atrapalham" o brilho dessa pessoa.

Assim, com a queda dos cabelos que simboliza a queda da hierarquia, os poderes pessoais e os agentes químicos terão cumprido a missão de "tirar" do caminho os que estão "acima".

Agora queremos ajudar as pessoas calvas ou com queda de cabelos a recuperarem a sua verdadeira maestria interna e fazê-las vivenciar a paz e a harmonia com todos e, conseqüentemente, a recuperarem os seus cabelos, através da aceitação de si mesmas como seres que estão sempre aprendendo.

Quando os cabelos caem, isto é um sinal de que está faltando gratidão pelos pais e superiores e que você questiona tudo o que lhe mostram de "novo".
Quanto à personalidade, você vive, quase sempre, nos extremos da emoção: é dócil, mas, de repente, por causa de uma discussão com alguém, ou por ter sido desprezado, torna-se totalmente agressivo. Às vezes tem vontade de quebrar tudo à sua volta e "arrancar" a raiva de seu coração.

E sofre com seus próprios pensamentos de vingança e justiça.

Pare de sofrer! Fatos passados só irão afetá-lo se você quiser.

Toda essa dor que você sente é porque lhe faltam segurança e auto-estima.
Arranque dos seus pensamentos essa sensação de solidão e vazio e confie mais na força que o faz viver.
Pare de se preocupar com o que os outros vão pensar e liberte-se desse orgulho, aceitando, com carinho, as opiniões alheias.

Seja você mesmo e assuma a sua identidade com respeito por tudo o que você conseguiu pelos seus próprios méritos.

Sempre haverá alguém mais importante do que nós em nossa escala de vida.

Somos eternos estudantes e, por isso, devemos ser humildes para valer e aprender a voltar atrás gentilmente, quando errarmos ou acharmos que alguém errou em relação a nós.
Essa será a maior prova de beleza interior que podemos dar.
Amigo ou amiga, se você está com dificuldade em encontrar o caminho certo dentro de suas emoções, procure aceitar a ajuda de um profissional, sem medo de perder o brilho ou seu poder.

A ajuda de outrem somente funciona quando o permitimos.

Yoga, tai chi chuan, PNL - Programação Neurolingüística, psicólogos transpessoais.

Tente - de todas as formas - encontrar essa saída.
Mergulhe na natureza de seu ser e saiba que sua sensibilidade é conseqüência de uma riqueza espiritual mal trabalhada em seu interior.

Exteriorize, com força, tudo de bom que existe dentro de você.

Seja calmo para resolver as dificuldades face aos seus opressores e acredite que, para a força vital fazer renascer seus cabelos, basta abrir as portas do amor infinito e do perdão.

Tanto faz sua idade ou sexo.

A magia da paz é ilimitada e é através dela que o mundo consegue ajustar suas diferenças.

Use determinadamente a força de sua imaginação e crie um novo EU sem mágoas e com muitos cabelos.

O grande segredo é exercitar seu poder de concentração no dia-a-dia, sem se distrair com fatores externos. Concentre a sua atenção.

Perceba seu olhar; assegure-se de que ele não está "vidrado" em alguma coisa ou em algum pensamento.

Relaxe e "pisque" suavemente seus olhos quando estiver conversando ou, apenas, pensando, pois com isso você provocará em seu subconsciente uma imagem sem orgulho e sem ressentimentos.

Em breve você poderá sentir como é bom poder recuar dos desafios e descansar os pensamentos e o coração, sem medo da humilhação ou sem o "medo de perder".

Confie plenamente em sua capacidade, mas saiba abaixar a cabeça em qualquer circunstância e deixe seu poder espiritual falar por você.

Eczema na cabeça

Note que, novamente, estamos falando sobre problemas no alto da cabeça.

O eczema pode significar desrespeito para com os superiores, que os cônjuges não estão se entendendo e, também, que eles estão de alguma forma desrespeitando a Deus (como já sabemos que em japonês significa Kami e que ocupa o grau máximo.
Devemos lembrar que todas as associações feitas com os diferentes significados de Kami levam ao alto da cabeça).

A pessoa muito orgulhosa, além de perder os cabelos, ainda fica propensa à arteriosclerose como reflexão da inflexibilidade mental.

Teimosa e de ego muito forte em sua personalidade, passa, também, a sofrer de hipertensão.

http://www.linguagemdocorpo.com.br

Um comentário :

Alan disse...

Obrigado por este esclarecimento, pois me ví em todas estas explicações. As vezes a gente precisa olhar para dentro de si mesmo e ver que lá é que está a causa de todos os nossos problemas. Realmente o corpo exterioriza o que nós somos verdadeiramente. Vivo em busca da minha felicidade existencial, e não foi por acaso encontrar seu post, uma vez que estou num certo grau de calvice, realmente na região superior da cabeça, tipo um círculo. Que Deus tenha misericórdia de minha pobre alma. Abraço!