domingo, 7 de outubro de 2012

A ÚLTIMA PROFECIA DE PETER DEUNOV





PETER DEUNOV


Profecia de Peter Deunov em relação ao fim da nossa civilização e início da Idade de Ouro na Terra. 

Também conhecido pelo nome espiritual de Beinsa Douno, o Mestre Búlgaro Peter Deunov (1864-1944) foi um ser de elevado nível de consciência, e ao mesmo tempo um músico inigualável, que revelou durante toda a sua vida ser um exemplo de pureza, sabedoria, inteligência e criatividade. 

Ele estabeleceu-se durante muitos anos perto de Sófia onde viveu rodeado por um grande número de discípulos, tendo devido ao seu esplendor despertado a espiritualidade de milhares de almas, não só na Bulgária, como também no resto da Europa.

Alguns dias antes da sua partida para o outro mundo, estando em transe mediúnico profundo, fez uma profecia extraordinária, com respeito à época conturbada que estamos actualmente a atravessar, sobre o ‘fim dos tempos’ e a chegada de uma nova Idade de Ouro à humanidade.

Eis o que diz no seu profundo e instigador testamento.
É corrente e também natural que alguém duvide que estas palavras tivessem sido proferidas há 60 anos.
 

«Durante a passagem dos tempos, a consciência do homem atravessou um período muito longo de obscuridade.

Esta fase, que os Hindus chamam de ‘Kali Yuga’, está prestes a terminar. Encontramo-nos hoje exactamente na fronteira entre duas épocas: a do Kali Yuga e a da Nova Era que estamos a entrar.

Está, aliás, já a ocorrer um progresso gradual nos pensamentos, sentimentos e acções dos humanos, contudo , todos serão brevemente subjugados ao Fogo Divino, que purificará e prepará-los-á em direcção à Nova Era.

Por conseguinte, o homem elevar-se-á a um grau de consciência indispensável à sua entrada para a Nova Vida.

Isso é o que se entende por ‘Ascensão’.

Passarão ainda muitas décadas até que este Fogo surja ( foi proferido há 60 Anos) , que irá transformar o mundo, ao trazer-lhe uma nova moral.

Esta onda imensa surgirá do espaço cósmico e inundará toda a Terra.

Todos aqueles que tentarem opor-se a ela serão arrebatados e transferidos para outro lugar.

Embora os habitantes deste planeta não estejam todos no meu grau de evolução, a nova onda será sentida por cada um de nós.

E esta transformação não só afectará a Terra, como também o conjunto de todo o Cosmos.

O melhor e a única coisa que o homem poderá fazer agora será voltar-se para Deus e aperfeiçoar-se conscientemente, a fim de elevar o seu nível vibratório, de modo a começar a viver em harmonia com a onda poderosa que o submergirá em breve.

O Fogo que eu falo , que acompanhará as novas condições oferecidas ao nosso planeta, rejuvenescerá, purificará, e reconstruirá tudo:

A matéria será refinada, os vossos corações serão liberados da angústia, dos problemas, da incerteza, e tornar-se-ão luminosos.

Tudo será aperfeiçoado, elevado!

Os pensamentos, os sentimentos e as acções negativas serão consumidas e destruídas.

A vossa vida presente é uma escravatura, uma prisão violenta. Compreendam a vossa situação e, libertem-se dela.
Volto a dizer-vos: fujam da vossa prisão!

É realmente uma pena ver-se tantas ilusões, tanto sofrimento, tanta incapacidade para compreender onde reside a verdadeira felicidade.

Tudo o que vos rodeia entrará brevemente em colapso e desaparecerá.

Nada restará nesta civilização, nem da sua perversidade!

Toda a Terra será abalada e não restará quaisquer traços desta cultura errónea que mantém os homens sob o jugo da ignorância.

Os terramotos não são apenas fenómenos mecânicos, pois a sua finalidade consiste igualmente em despertar o intelecto e o coração dos humanos, para que eles se libertem dos seus erros e das suas loucuras e para que eles entendam que não são os únicos no universo.

O nosso sistema solar está actualmente a atravessar uma região do Cosmos em que a constelação que foi destruída deixou a sua marca, as suas cinzas.

Esta viagem através de um espaço contaminado é uma fonte de envenenamento, não só para os habitantes da Terra, como também para todos os habitantes dos outros planetas da nossa galáxia.

Apenas os sóis não serão afectados pela influência deste ambiente hostil.

Esta região é denominada ‘ zona treze’!

Também conhecida por ‘zona de contradições’.

O nosso planeta foi incluído nesta região por milhares de anos, mas estamos finalmente a aproximarmo-nos da saída deste espaço de trevas e estamos exactamente no ponto de atingirmos uma região mais espiritual, onde vivem seres mais evoluídos.

A Terra está agora a seguir um movimento ascendente e todos deviam se esforçar para se harmonizar com as correntes da ascensão.

Aqueles que recusarem a se subjugar a esta orientação, perderão os benefícios das boas condições que são oferecidas no futuro para se elevarem.

Eles permanecerão atrasados na evolução e terão de esperar muitos milhares de anos pela vinda de uma nova onda ascensional.

A Terra, o sistema solar, o Universo, estão todos a ser colocados numa nova direcção sob o impulso do Amor.

A maior parte de vós ainda considera o Amor como uma força ridícula,

mas na verdade, é a maior de todas as forças!

O dinheiro e o poder continuam a ser venerados como se o curso das vossas vidas dependesse disso.

No futuro, todos estarão subjugados ao Amor e todos o servirão .

Porém, será através do sofrimento e das dificuldades que a consciência do homem será despertada.

As terríveis premonições do profeta Daniel referidas na Bíblia relacionam-se com a época que se está a iniciar.

Haverá dilúvios, furacões, fogos colossais e terramotos que varrerão tudo do mapa.

O sangue correrá em abundância.

Haverá revoluções, explosões terríveis detonarão em numerosas regiões da Terra

Onde houver terra a água a galgará, e onde houver água a terra surgirá.

Deus é Amor!

Contudo, estamos a lidar aqui com um castigo, uma resposta da Natureza aos crimes perpetrados pelo homem desde a noite dos tempos contra a sua Mãe; a Terra.

Depois destes sofrimentos, aqueles que forem salvos, a elite, conhecerá a Idade de Ouro, da harmonia e beleza ilimitada.

Portanto , mantém a tua paz e a tua crença quando os tempos chegarem para o sofrimento e terror, porque está escrito que não cairá nem um cabelo da cabeça do justo.

Não se desencorajem, sigam simplesmente o vosso trabalho de perfeição pessoal.

Não fazem uma pequena ideia da grandiosidade futura que vos espera!!

Uma Nova Terra verá brevemente o dia.

Dentro de algumas décadas o trabalho será menos exigente, e cada um de vós terá tempo para se consagrar às actividades espirituais, intelectuais e artísticas.

A questão da comunicação entre o homem e a mulher será finalmente resolvida pela harmonia, tendo cada um a possibilidade de seguir as suas aspirações.

Os relacionamentos dos casais atingirão o respeito recíproco e a estima.

Os humanos viajarão através de diferentes planos do espaço e penetrarão no espaço intergaláctico.

Eles estudarão o seu funcionamento e conseguirão conhecer rapidamente o Mundo Divino, para se fundirem com o Centro do Universo.

A Nova Era é a da sexta raça.

A vossa predestinação é preparar-vos para ela, para recebê-la e vivê-la de boa vontade.

A sexta raça edificar-se-á em torno da ideia de Fraternidade.

Não haverá mais conflitos de interesses pessoais, a simples aspiração de cada um estará em conformidade com ele próprio e com a Lei do Amor.

A sexta raça será a do Amor.

Um novo continente será formado por ela.

Emergirá do Pacífico, de maneira que o Altíssimo possa finalmente estabelecer o Seu plano neste planeta.

Os fundadores desta nova civilização, a que eu chamo a ‘Irmandade da Humanidade’ ou também os ‘Filhos do Amor’, serão inabaláveis para o bem e representarão um novo tipo de homens.

Os homens formarão uma família, como uma grande associação, e todas as pessoas representarão um órgão nessa associação.

Na nova raça o Amor manifestar-se-á de uma forma perfeita, aquela que o homem hoje só tem uma vaga ideia.

A Terra permanecerá ainda um terreno favorável à contenda, mas as forças das trevas baterão em retirada, e a Terra libertar-se-á delas.

Os humanos ao verem que não há outro caminho empreenderão o caminho da Nova Vida, o da salvação.

No seu orgulho insensato, alguns desejam, numa derradeira esperança, continuar na terra uma vida que a Ordem Divina condena, mas cada um acabará por compreender que a direcção do mundo afinal não lhes

pertence.

Uma nova cultura verá a luz do dia, e permanecerá com três fundamentos principais: a elevação da mulher, a elevação do pacífico e humilde, e a protecção dos direitos do homem.

A luz, o bem e a justiça triunfarão! é só uma questão de tempo!!!.

As religiões serão purificadas.

Cada uma delas contém uma partícula dos Ensinamentos dos Mestres de Luz, embora obscurecida pelo incessante suprimento do desvio humano.

Todos os crentes terão de se unir e estarem plenamente de acordo com um princípio: o da colocação do Amor como a base de toda a crença, qualquer que seja ela.

Amor e Fraternidade serão a base comum!

A Terra será em breve varrida por extraordinárias ondas rápidas de Electricidade Cósmica.

Daqui a algumas décadas, seres que são maus e que desencaminham os outros não serão capazes de suportar a sua intensidade.

Eles serão por isso absorvidos pelo Fogo Cósmico que consumirá a maldade que eles possuem.

Então sentir-se-ão arrependidos porque está escrito que ‘toda a natureza animal glorificará a Deus’.

A nossa mãe, a Terra, livrar-se-á dos homens que não aceitam a Nova Vida.

Ela rejeitá-los-á tal como a fruta estragada.

Brevemente eles não serão capazes de reencarnar neste planeta, incluindo os criminosos.

Somente aqueles que possuem Amor dentro deles permanecerão.

Não haverá nenhum lugar na Terra que não esteja manchado de sangue humano ou de animal!

Ela deverá portanto submeter-se a uma purificação.

E será para que isso aconteça que certos continentes submergirão enquanto outros emergirão.

Os homens nem suspeitam dos perigos que os ameaçam. Eles continuam a perseguir objectivos fúteis e à procura de prazer.

Ao contrário, os da sexta raça estarão conscientes da dignidade da sua função e respeito pela liberdade de cada um.

Eles alimentar-se-ão exclusivamente de produtos do reino vegetal.

As suas ideias terão o poder de circular livremente, tal como o ar e a luz dos nossos tempos.

As palavras ‘Se não nasceres novamente’ aplicam-se à sexta raça.

Ler o Capítulo 60 de Isaías que relata a chegada da sexta raça da Raça do Amor.

Depois das Tribulações, os homens cessarão de pecar e descobrirão outra vez o caminho da virtude.

O clima do nosso planeta tornar-se-á moderado por toda a parte e as variações brutais não existirão mais.

O ar tornar-se-á puro novamente, assim como a água.
Os parasitas desaparecerão.

Os homens lembrar-se-ão das suas encarnações anteriores e sentirão o prazer de observar que se tornaram finalmente libertos das suas condições anteriores.

Da mesma forma em que se vêem livres dos parasitas e das folhas mortas da videira, também os Seres evoluídos prosseguem na preparação dos homens para servir o Deus de Amor.

Eles oferecem-lhes boas condições para o crescimento e para se desenvolverem, e para aqueles que querem escutá-los, eles dizem:

« ‘Não tenham medo!

Mais algum tempo e tudo estará regularizado, estais no bom caminho.
Possa todo aquele que queira entrar no estudo da Nova Cultura, trabalhar conscientemente e preparar-se.’ »

Graças à ideia de Fraternidade, a Terra tornar-se-á um lugar abençoado, e isso não se fará esperar.

Contudo, antes disso será enviado muito sofrimento de forma a despertar as consciências.

Os pecados acumulados durante milhares de anos deverão ser redimidos.

A onda ardente emanada do Altíssimo contribuirá para liquidar o Karma das pessoas.

A liberação não poderá ser mais adiada.

A humanidade deverá preparar-se para grandes provas que são inevitáveis e estão a chegar para pôr fim ao egoísmo .

Sob a Terra, algo extraordinário está a ser preparado.

Uma revolução que é grandiosa e completamente inconcebível manifestar-se-á em breve na natureza.

Deus decidiu revestir a Terra, e Ele fá-lo-á!

Será o fim de uma época!!

uma nova ordem substituirá a velha, uma ordem na qual o Amor reinará na Terra.»



Peter Deunov – Apresentação sobre o Futuro – 1944
Post original em http://desvendarisis.blogspot.com/
FONTE: http://rumoaosol.wordpress.com/tag/peter-deunov/

http://segredosdoplanetashan.blogspot.com.br/

PIRÂMIDES DO MUNDO EMITEM ENERGIA PARA O ESPAÇO


"O texto está em inglês, mas é muito intrigante.
Já havia lido a respeito dessa tal nuvem espacial há cerca de cinco anos, no site Pravda.Ru.
Ainda bem que as coisas que os americanos escondem, os russos jogam na web.
Nesse texto do Pravda, um cientista russo radicado nos EUA afirma que essa nuvem de fótons - provavelmente expelida de um buraco negro - passará pela Terra em 2014, e seu efeito será o de água derramada sobre uma folha escrita a caneta tinteiro, vai desconfigurar tudo, como um potente vírus de computador, o que significaria um retrocesso de séculos na evolução humana.
Vamos esperar para ver o que acontece... se acontecer.
Abçs
Ivan"

http://beforeitsnews.com/story/1733/112/Worlds_Pyramids_Beaming_Energy_To_Mysterious_Space_Cloud.html

Achei tão interessante, que lhe pedi que fizesse a tradução e, a seguir, lhe pedi autorização para postar esse conteúdo aqui no meu blog...
Eis abaixo a tradução, com a devida autorização...

“Atendendo a pedidos, aqui vai a tradução, por minha conta e risco:”
Ivan




 PIRÂMIDES DE GIZEH

"Embora a NASA tenha encoberto a estranha nuvem de fótons que envolveu agora o nosso Sistema Solar, a revelação vazou por alguns cientistas.
E agora, à medida que a ameaçadora nuvem se aproxima, ela está afetando o Sol e os planetas de formas mensuráveis.
Surpreendentemente, enquanto a bizarra energia invade o nosso espaço, algumas das mais famosas pirâmides do mundo estão gerando intensa energia.
Diversos incidentes de raios de força visíveis sendo disparados em direção ao espaço, até a região da nuvem fotônica alienígena, estão bem documentados.
Ao mesmo tempo, pessoas ao redor do mundo começaram a ouvir e gravar sons assustadores - ruídos que parecem ser os gemidos e lamentos da própria Terra.
Todos os fenômenos - inclusive as medidas da nunca antes vista eletrificação gigantesca da turbulência do Sol - parecem estar centrados na fatídica nuvem fotônica que alguns chamaram "um potencial Apocalipse espacial".


 

 PIRÂMIDES SOBRE O MAR

Velhas pirâmides despertam após séculos, milênios de adormecimento
http://beforeitsnews.com/story/1733/112/Worlds_Pyramids_Beaming_Energy_To_Mysterious_Space_Cloud.html

Turistas gritaram, outros gravaram apressadamente vídeos com suas câmeras enquanto a pirâmide Maia estremecia.
Mas nenhum terremoto se seguiu, em vez disso um brilhante raio de luz disparou em direção ao céu, rumo ao espaço, enquanto espectadores assustados engoliam em seco, tentando imaginar o que poderia ser.


 
PIRÂMIDE MAIA DE CHICHEN-ITZÁ
 
Mas a pirâmide Maia de Kukulkan transmitindo uma coluna reta de incrível energia em direção ao espaço foi apenas a última a fazer isso. 


 

PIRÂMIDE DA BÓSNIA HERZEGOVINA
 
Em 2009 e 2010, a pirâmide da Bósnia emitiu um raio fino de pura energia rumo ao espaço.

 



 PIRÂMIDE DE XIANYANG - CHINA
 
Recentemente, o governo chinês começou a monitorar de perto a pirâmide de Xianyang por causa dos sinais de atividade.
No ano passado, um grupo de cientistas investigou a pirâmide e acredita que ela possa ter origens extraterrestres (base alienígena descoberta em pirâmide chinesa).





 PIRÂMIDE DA LUA - TEOTIHUACAN, MÉXICO

 Esse incrível incidente foi seguido pela rajada do vórtice - testemunhada e capturada em filme - que partiu do topo da famosa pirâmide asteca da Lua, em Teotihuacan, no México.

 



 ESPIRAL DE TESLA SOBRE PIRÂMIDE NÃO IDENTIFICADA

Raios de energia, redemoinhos de força intensa... o que isso significa?
Até onde essa energia está sendo direcionada e por que?
O quê ativou a força misteriosa dessas sentinelas silenciosas de pedra que marcam serenamente a passagem dos séculos... até que algo perturbasse o seu sono?
O que as trouxe de volta à vida pode ser algo mais incrível que as ações das pirâmides: a chegada de uma força desconhecida do vácuo galáctico que atualmente circunda a maior parte do Sistema Solar.





 VISÃO ARTÍSTICA DO CINTURÃO DE FÓTONS (?)

O mortal cinturão de fótons 
A NASA e a Agência Espacial Européia (ESA) vêm alertando o mundo nos últimos dois anos sobre a aproximação de catástrores que podem ocorrer durante 2012 e 2013.
Poucos deram ouvidos.





 DR. ALEXEY DEMETRIEV, ASTROFÍSICO RUSSO 

Agora, o eminente astrofísico Alexey Demetriev ("Estado Planetofísico da Terra e da Vida") afirma que o que está acontecendo é pior - muito pior - do que a NASA e a ESA estão divulgando.
Todo o nosso sistema solar foi penetrado por uma imensa, e potencialmente destrutiva, nuvem interestelar de energia.



 VISÃO ARTÍSTICA DA NUVEM INTERESTELAR DE ENERGIA (?)


O Dr. Demetriev revelou que tanto as sondas Voyager 1 como a Voyager 2 reportaram que o sistema solar inteiro está em risco.
Pior: Merav Opher, heliofísico, um pesquisador convidado da George Mason University, afirma que essa nuvem interestelar de energia é instável e turbulenta.




SISTEMA SOLAR ATRAVESSANDO CINTURÃO DE FÓTONS

O cientista russo declarou mais tarde que essa nuvem fotônica de energia está excitando as atmosferas dos planetas e, especialmente, o nosso sol.
À medida que essa nuvem interestelar continua a agitar e interagir com o Sol, ela faz com que este fique mais ativo, resultando em maior atividade e instabilidade.
O fluxo magnético, interação com a magnetosfera solar e os campos geomagnéticos da Terra, pode provocar mutações no coração da terra, campos de vórtices anômalos e permutações dos polos magnéticos, criando super-tempestades, mudanças radicais no clima, e - o mais incrível de todos - sons harmônicos atmosféricos e subterrâneos capazes de ser ouvidos em todo o planeta.


 
GERADOR DE ENERGIA DA PIRÂMIDE DE GIZÉ

As pirâmides - reservatórios naturais de energia e capacitores avançados, projetados e construídos para extrair energia do campo de força magnética planetária - estão liberando e emitindo energia pura em direção à nuvem espacial flutuante que engole o nosso sistema planetário indefeso.
Os precitados sons harmônicos tem sido ouvidos, gravados e discutidos acaloradamente desde a primavera de 2011.
Recentemente, algumas gravações surgiram no YouTube, postadas por pessoas de países de todo o mundo, intrigadas, e às vezes assustadas, desejando saber o que são aqueles sons.
(Terremotos no Céu: Avisos da Desestabilização do Núcleo da Terra)
Enquanto alguns são, indubitavelmente, fraudes e falsificações, outros são gravações genuínas de harmonias subterrâneas e atmosféricas. 


 
DR. ELCHIN KHALILOV - CIENTISTA RUSSO
 
Em recente entrevista a Geochange Magazine sobre as estranhas harmonias da terra, o eminente cientista, professor Dr. Elchin Khalilov, fez esta análise:
"A causa possível desses sons ... pode estar no núcleo da Terra.
O fato é que a aceleração do movimento do polo norte magnético da Terra, que aumentou mais de cinco vezes entre 1998 e 2003 e está hoje no mesmo nível, aponta para a intensificação dos processos energéticos no coração da Terra, uma vez que se processa nos núcleos interior e exterior que formam o campo geomagnético da Terra.

 
ESTAÇÕES GEOFÍSICAS ATROPATENA, LOCALIZADAS NA ÁSIA E NA UCRÂNIA
 
Enquanto isso, como reportamos anteriormente, em 15 de novembro de 2011, todas as estações geofísicas ATROPATENA que registraram variações tridimensionais no campo gravitacional da Terra, registraram quase simultaneamente um poderoso impulso gravitacional.
As estações estão localizadas em Istambul, Kiev, Baku, Islamabad e Yogyakarta, estando a primeira e a última separadas por aproximadamente 10.000 km.
Tal fenômeno só seria possível se a fonte dessa emanação estiver no nível do núcleo da Terra.
Essa gigantesca energia liberada pelo núcleo da Terra no final do ano passado foi algo como um sinal de partida, indicando a transição da energia interna da Terra para uma nova fase de atividade. (Geochange Magazine)

E os sons harmômicos emanam do coração da Terra, como teoriza o eminente professor.
Sons similares são frequentemente ouvidos antes de grandes terremotos acontecerem.
Desta vez, porém, os sons não estão pressagiando grandes terremotos, porém estão sendo gerados pelo campo magnético distorcido e pelas permutações pulsantes do giro do núcleo da Terra, provocando dobras na camada da superfície.
Tudo isso é uma reação à chegada da gigantesca nuvem fotônica que invadiu a nossa região da Via Láctea.

O que esperar? 

Demetriev alerta para que nos preparemos para o pior.
"Catástrofe global!
Não em dezenas de anos, mas em unidades de anos." 
E, enquanto os lamentos da Terra se levantam para o céu, as pirâmides lançam raios titânicos de energia para o espaço profundo.”

Traduzido por: Ivan Werneck
Fonte: http://beforeitsnews.com/story/1733/112/Worlds_Pyramids_Beaming_Energy_To_Mysterious_Space_Cloud.html
(Recebido por e-mail)


Alto Paraíso, 19/02/2012
PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Hipátia III
 
 

Cinturão de Fótons - parte 10






 Cinturão de Fótons de Alcyon - Armagedon...


A grande maioria das religiões, especialmente as cristãs, vêm pregando há algum tempo a chegada do Apocalipse, fato este descrito na Bíblia Sagrada por João Evangelista.
Neste contexto, espera-se a “Batalha do Armagedon” – que seria o grande confronto das “Forças de Luz” com as “Trevas” – onde se fala na “separação do joio e do trigo”, também para as datas que se aproximam.

Neste ponto, um grande equívoco se faz presente, isto porque os trechos bíblicos são todos feitos na base de metáforas, onde as interpretações são as mais diversas, ou ainda até mesmo por falta de informações mais recentes e fidedignas.
Temos conhecimento que as igrejas perderam há muito a capacidade de novas informações extra-sensoriais, desde que se envolveram com a “consciência materialista” do “sistema infernal”.
 Ou será que elas não foram criadas por esse mesmo “sistema”?
Portanto, suas bases de previsão se encontram centradas nos escritos bíblicos de épocas remotas, escritos estes que sabemos sobre grande parte terem sido significativamente modificados por interesses escusos...

Vou aqui, portanto, repassar algumas informações mais atuais que tenho a respeito. 

Como vimos nos capítulos anteriores, existe uma previsão apoiada não só nas profecias Maias, mas também em outras profecias, bem como em ordens sectárias (ex: a Gnose), Ongs Esotéricas (ex: Rede N.A.V.E.), etc., de que a Terra, juntamente com nosso sistema solar, está prestes a entrar no Cinturão de Fótons de Alcyon, a partir do que grandes transformações geofísicas e espirituais acontecerão em nosso Planeta.
Mais especificamente, os Maias nos deixaram a entender que esse evento ocorrerá no dia ou logo após 22/12/2012. 

Particularmente eu acredito que este será realmente um momento altamente “apocalíptico” para a humanidade terrestre, embora, na verdade, já venhamos sofrendo efeitos similares há algum tempo, haja visto o Tsunami em 2004 na Indonésia, o Terremoto neste ano de 2008 na China, e tantos outros cataclismos mais, e que, através de um grande número de óbitos, nos parece já a inicialização da “separação do joio e do trigo”, num processo ainda em menor intensidade.

Mas, como já dissemos, após todos esses eventos de grandes transformações geológicas, físicas e humanitárias, após todas essas “tempestades”, virá a “bonança”, onde a nova civilização terrestre viverá uma vida de paz e harmonia por cerca de 2160 anos (tempo teórico). 

Após esse período, novamente nosso sistema solar, e com ele a Terra, sairá do Cinturão de Fótons de Alcyon (espaço de Luz), porém aqui com uma imensa diferença.
Enquanto das vezes anteriores ficamos por 10.800 anos fora do Cinturão (espaço de Trevas - isto cada vez que saíamos do mesmo), desta vez nosso Planeta ficará por um período significativamente menor de apenas 1.000 anos, para novamente retornar ao Anel de Alcyon e nunca mais sair!
Será, então, a segunda Era de Ouro dos habitantes da crosta terrestre!

Entretanto, neste período de 1.000 anos, as forças trevosas (satânicas e/ou luciferianas) voltarão a invadir a Terra, numa tentativa desesperada de conquistar o que perderam.
E, justamente no final desses 1.000 anos, nesta nova entrada da Terra no Cinturão de Fótons, é que se dará a tão famigerada “Batalha do Armagedon”! 

Recapitulando, portanto, a “separação do joio e do trigo” será feita em duas etapas distintas: 

1) A primeira é esta que já iniciou (Era de Aquárius) e que acabará por se concretizar com a passagem do Hercólubus (Planeta Higienizador) durante a entrada da Terra no Cinturão de Fótons de Alcyon.
Sendo assim, os desencarnados atuais (e até anteriores, mas que ainda se encontravam no campo astral do globo), mais aqueles que desencarnarão durante o processo do Cinturão através dos cataclismos iminentes, todos estes considerados como almas que não mais deverão ficar na Terra, serão enviados ao Hercólubus e/ou outros orbes de energias similares a este.


2) E a segunda seleção, a qual será uma peneira mais fina e apurada, se dará através da “Batalha do Armagedon”, quando ocorrerá a nova queda angélica (luciferiana).
Isto acontecerá na Era de Escorpião, quando o “Senhor das Sombras” será solto por pouco tempo, já que terá ficado “acorrentado por mil anos” (tempo simbólico citado na Bíblia), durante a 1ª Era de Ouro terrestre (com a Terra dentro do Anel de Alcyon). 

“O Reino de Mil anos –
(1) Vi então um anjo descer do céu, trazendo na mão a chave do abismo e uma grande corrente.
(2) Ele agarrou o dragão, antiga serpente – que é o diabo, satanás – acorrentou-o por mil anos
(3) e o atirou dentro do abismo, fechando-o e lacrando-o com um selo para que não seduzisse mais as nações até que os mil anos estivessem terminados. Depois disso, ele deverá ser solto por pouco tempo... O Segundo Combate Escatológico –
(7) Quando se completarem os mil anos, satanás será solto de sua prisão (8) e sairá para seduzir as nações dos quatro cantos da Terra, gog e magog, reunindo-se para o combate; seu número é como a areia do mar...
(9) Subiram sobre a superfície da Terra e cercaram o acampamento dos santos, a cidade amada; mas um fogo desceu do céu e os devorou.
(10) O diabo que os seduzira foi então lançado no lago de fogo e de enxofre, onde já se achavam a besta e o falso profeta.
E serão atormentados dia e noite, pelos séculos dos séculos”. (Apocalipse, Cap. 20). 

Interessante ressaltar neste ponto a frase acima contida na Bíblia: “e cercaram o acampamento dos santos, a cidade amada”, pois a Terra terá vivido uma Era de Luz, de onde se deduz que haverá neste período uma cidade de sábios (santos).
Igualmente, neste texto do Apocalipse de S. João (“onde já se achavam a besta e o falso profeta”) fica bem claro que será neste período que o Anticristo e o Falso Profeta mostrarão suas faces e garras... Portanto, isso não será agora!
Destaco isto porque pessoas e até mesmo seitas e religiões, na atualidade, tendem a identificar nas grandes figuras políticas a imagem do anticristo, sendo inclusive muitos os textos na internet sobre tal assunto.
Mas, apesar de alguns desses políticos muito se assemelharem às descrições “daquele”, e embora, ainda, apresentem um caráter impiedoso como tal, podem estar certos que ainda estão longe de se parecer com a verdadeira “besta”, por não possuírem os “poderes paranormais” com os quais o verdadeiro anticristo se apresentará! 

Sendo assim, estes acontecimentos ocorrerão somente daqui a aproximadamente três mil anos, isto dentro dos cálculos do “Tempo Teórico”. (Vide figura acima). 

Terminamos aqui, sinteticamente, o tema “Cinturão de Fótons de Alcyon”.
Uma nova etapa do blog será iniciada nos próximos capítulos, na qual falaremos um pouco mais sobre o “Sistema Infernal” implantado no Planeta Terra, com a mesma finalidade de “despertamento de consciências” diante de fatos inegáveis, mediante conhecimentos mais explicitados.
Posteriormente, pretendemos ainda postar algumas noções importantes sobre a Teoria da Terra Oca, bem como sobre papéis representativos de forças extraterrestres junto a nós.

Entretanto, antes dessa próxima etapa, vi por bem colocar aqui para vocês, meus queridos leitores, uma mensagem canalizada por uma mãe – de seu filho – mensagem esta que não só nos dá muitas explicações sobre o “sistema infernal” aqui instaurado na Terra, como também nos mostra de uma forma singular, importantíssimas “visões de futuro”, com as significativas mudanças que serão operadas em nosso Planeta.
Trata-se de uma realista, porém “amorosa mensagem”, por um espírito evoluído com certeza, que nos dá esperanças de um porvir de Paz e Amor!

Esta mensagem, que será colocada na íntegra nestes endereços 
http://segredosdoplanetashan.blogspot.com.br/2008_07_28_archive.html
http://segredosdoplanetashan.blogspot.com.br/2008_07_29_archive.html
http://segredosdoplanetashan.blogspot.com.br/2008_07_30_archive.html
http://segredosdoplanetashan.blogspot.com.br/2008_07_31_archive.html


PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Alto Paraíso, 28 de Julho de 2008
Hipátia III

http://segredosdoplanetashan.blogspot.com.br/2008_07_27_archive.html

Cinturão de Fótons - parte 9





Cinturão de Fótons de Alcyon – Causas e Efeitos Astronômicos...



Tenho percebido um “medo” incontido em grande parte das pessoas que converso...
O medo do desconhecido, o medo do que poderá passar nesta fase de transição, o medo de sofrer, o medo de morrer...
E isto não ocorre somente com os “não despertos”, não!
Até pessoas que considero esclarecidas em todo este contexto aqui postado neste blog, muitas delas perdem seu centro ao pensar “no dia de amanhã”, quando estivermos passando os momentos de finalização deste Projeto Terra!
Pessoas conhecidas e até mesmo amigas minhas, estão se inserindo em determinadas igrejas, levadas pelo medo e pela promessa da “salvação”! 

No entanto, como um grande paradoxo, esse “medo”, infelizmente, tem suas raízes justamente nos “sistema infernal” aqui implantado (e as religiões com efetiva participação nisso), pelo qual tudo nos foi escondido, sendo que seria muito mais fácil a aceitação e a compreensão de todos esses fatos, se desde criança fôssemos educados para entendermos as “verdadeiras coisas da vida”...
Que pena que assim não foi...
Pois um número bem maior de “resgates positivos” seriam feitos neste momento da Transição Planetária... 

Bem, para entendermos um pouco mais esse momento em que vivemos, vou agora expor, embora sinteticamente, sobre algumas “Causas e Efeitos Astronômicos”, ligados à esta nossa fase de grandes tribulações.
Mas, para isso, terei de entrar em pequenos detalhes sobre formações estelares propriamente ditas.


1) Sobre o Bulbo Central das Galáxias

Assim como a Via Láctea, todas as galáxias do Universo possuem um “bulbo central” que nada mais é que um grande “buraco negro”.
E como isso se formou?
Uma “estrela velha”, rodeada pelo seu próprio sistema solar, com inúmeras outras estrelas orbitando à sua volta, geralmente também com seus respectivos sistemas solares – esta “estrela velha” chega aos seus momentos finais (pois tudo no Universo está em constante movimento e tem início-meio-fim, para posteriormente dar continuidade à novos processos cósmicos), ela implode formando um imenso “buraco negro”, o qual suga tudo que estiver à sua volta.

Os objetos que estiverem a uma distancia maior, e que por isso não foram sugados para dentro deste buraco negro, ficam de sua borda para fora, juntamente com poeiras cósmicas carregadas de gases dos mais diversos, onde tudo junto formam uma nova galáxia.
Portanto, assim “nasceu a nossa Via Láctea, tendo como seu “Bulbo Central” um imenso “buraco negro” que contém uma quantidade imensurável de “informações”. 

E o que seriam essas “informações”?
Vamos imaginar que o nosso sistema solar tivesse sido sugado para dentro de um buraco negro como o descrito acima.
Todas as energias contidas neste nosso sistema, raios cósmicos, energias de rádio, ultravioletas e tantas outras, até nós humanos com todos os nossos conhecimentos, e todos os demais seres vivos, humanóides, sutilizados, animais, vegetais, minerais, enfim, tudo haveria adentrado neste buraco. Agora, vocês imaginem vários sóis com inúmeros planetas e planetóides (satélites), estrelas solitárias, etc., todos lá dentro do mesmo buraco.
Dá pra sentir o volume de informações nele contidas?
E o que é feito dessas informações? 

Aí é que está o grande mistério, se não um dos maiores de todos eles...
A nossa ciência ortodoxa e ateísta concorda com a ciência quântica num aspecto:- que toda e qualquer energia se transforma, se desloca, mas jamais se desfaz.
Entretanto, quando chega neste ponto, a primeira diz que o que entrou ali no “buraco negro”, “acabou”.
Outro grande paradoxo, pois se ela mesma afirma que a energia nunca se desfaz, como pode dentro do referido buraco negro terminar, se extinguir?
Mas, esta é sua explicação para o desconhecido...
Já, a segunda afirma que, pelo fato de a energia nunca deixar de existir, simplesmente toda aquela informação ali sugada, não mais fica contida neste buraco mas sim ultrapassa o processo dimensional por nós conhecido, adentrando à uma nova realidade de 4ª dimensão, ou seja, o buraco negro é para a física quântica uma passagem ultradimensional. 

Para Albert Einstein, o humano considerado como mais inteligente de nossos tempos, por ter desenvolvido seu cérebro direito em até 12% (enquanto os seres humanos comuns possuem esse desenvolvimento por volta de 3 a 4%), disse em um de seus livros mais ou menos assim:
“A ciência só sairá de seu patamar de conhecimento, desenvolvendo-se além do que já chegou, no momento em que os cientistas acreditarem na religiosidade cósmica”.
Isso porque Einstein concordava com os conceitos quânticos de que, além do buraco negro, existia uma outra dimensionalidade que só a “fé” poderia nos fazer acreditar.


2) O Bulbo Central das Galáxias e as Teorias Maias

Os Maias nos deixaram registrados muitos dados relevantes à níveis astronômicos, inclusive referente ao “Centro das Galáxias” (ou bulbo central).
Diziam eles que, de tempos em tempos, esses “centros galácticos” entravam em “pulsares sincrônicos” em todo o Universo, ocasião esta em que grandes transformações ocorriam em todas as galáxias e em seus respectivos sistemas solares.
Ora, se assim for, e se a física quântica e Einsten estiverem certos, então nos parece lógico que Comandos Intergalácticos e Ultradimensionais, sob a égide Divina, dirigem tais movimentos, sempre dentro de uma programação previamente organizada, com fins (a meu ver) do constante crescimento espiritual das energias distribuídas nos mais variados projetos cósmicos...
Na visão de vocês, amigos leitores, isso seria algo inconcebível? 

Bem, dando continuidade às teorias Maias, eles dizem que justamente em 22/12/2012, este “pulsar sincrônico intergaláctico” irá acontecer, sendo esta data, mais uma vez repito, aquela estimada para o primeiro impacto da Terra com o Cinturão de Fótons de Alcyon. 

Vamos, pois, imaginar todos os planetas girando em torno de nosso sol.
Por outro lado, nosso sistema solar girando em torno do “sol central de Alcyon”, juntamente com os demais sistemas solares que formam o conjunto das Plêiades, tudo isto dentro do “Cinturão de Órion”, o qual também é a base do Sol Tilo onde gravita a estrela Barnard I (Hercólubus).

E estou aqui citando astros e sistemas diretamente ligados à nós, já que uma infinidade de outros existem em volta e posterior aos mesmos...
Ao mesmo tempo, imaginemos o Centro da Via Láctea pulsando sincronicamente com Andrômeda, Triângulo e as demais 47 galáxias de nosso Grupo Local, tudo ocasionando mudanças astronômicas e geológicas em todos esses “astros-cósmicos”...
As 50 galáxias do Grupo Local, por sua vez, vibrando sincronicamente com mais uma infinidade de galáxias do Universo...
O que vocês acham que vai acontecer com a Terra?
- um minúsculo astro, infinitamente menor que a cabeça de um alfinete, frente a imensidão deste Universo Dimensional, durante este pulsar sincrônico de geração de mudanças advindas de Leis Maiores?
Apenas algumas “chacoalhadas insignificantes” frente ao que nosso Planeta representa diante dessa imensidão da Criação Divina...

Por isso que sempre digo com todos àqueles a que tenho tido oportunidade de conversar:
- Medo de que?- Essa é uma realidade tão acima de nossas compreensões, que o “medo” é algo tão insignificante que se torna sem razão de ser, concordam comigo?
Neste ponto, somente a “fé” e o despertar de nosso “Deus Interior” é que poderá nos conduzir aos nossos destinos, para um mundo melhor do que este caótico que estamos vivendo hoje...
Apenas isto... Simples, não?
Muito simples frente à toda esta complexidade que nossa consciência inferior ao nível que se encontra, jamais conseguirá chegar lá... 

Como disse uma amiga, o máximo que pode nos acontecer frente à todas essas tribulações, é justamente aquilo que sabemos que jamais vamos escapar: a morte de nossos corpos...
Por isso, cuidemos do nosso espírito, pois é ele a única coisa real que existe em nós, e que por isso, aconteça o que acontecer, continuará percorrendo sua jornada...


PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Alto Paraíso, 27 de Julho de 2008
Hipátia III

http://segredosdoplanetashan.blogspot.com.br/2008_07_26_archive.html

Cinturão de Fótons - parte 8

 





Quando o Segundo Sol Chegar...

“Quando o Segundo Sol chegar
Para realinhar as órbitas dos planetas
Derrubando com assombro exemplar
O que os astrônomos diriam se tratar
De um cometa (...)”


Esta música de Nando Reis, muito bem interpretada por Cássia Eller, traduz bem essa outra realidade prevista para um futuro próximo de nosso Planeta.
Fiz questão de colocar esse assunto num tópico destacado, isso porque muitas são as mensagens sensacionalistas que falam nesse “segundo sol” que brilhará em nossos céus...
Novamente, o medo nos é imposto de forma grotesca, ao dizerem que esse novo astro, de certo modo, invibializará praticamente a vida humana na Terra, já que com dois sóis seremos “torrados”, “assados” e outros termos similares.

Não é nada disso, meus amigos!
Algo parecido poderia até acontecer, se essa nova estrela se posicionasse junto à Terra enquanto esta estivesse fora do Anel de Alcyon, bem como sem a camada protetora que nos protege dos raios ultravioletas.
Atualmente, sabemos que essa camada de ozônio está altamente prejudicada, mas quando a Terra se estabilizar dentro do Cinturão de Fótons, novos sistemas magnéticos formar-se-ão em proteção ao globo.
E só aí, então, teremos dois sóis!
Pois antes disso, aparecerão, sim, uma estrela e seu satélite, mas “apagados”!

Já mencionamos anteriormente sobre a Estrela Barnard I (Hercólubus), pertencente ao Sistema de Tilo – no mesmo Cinturão de Órion a que nos encontramos.
Pois bem, esse astro nada mais é que um satélite da estrela que se tornará o nosso segundo sol.
Tudo ocorrerá da seguinte forma: essa estrela virá em direção ao nosso sol, com sua luz apagada e massa encolhida (dados de compreensão maior pelos astrônomos), assim citada por Nostradamus em uma de suas profecias “ela virá como um ladrão na escuridão da noite”.

Por ter como satélite o mencionado Planeta X, e na locomoção de astros em função do grande “pulsar galáctico”, ambos se deslocarão de seu lugar de origem juntos.
Ao chegarem próximos ao nosso sol, esta estrela explodirá, acendendo-se e expandindo-se, tornando-se nosso segundo sol.
Isto ocorrerá após o quinto impacto da Terra na borda do Anel de Alcyon.

Na verdade, podemos até considerar este evento como um sexto (e último) impacto, pois teremos aí o maior terremoto de todos os tempos, quando ocorrerão as mais significativas transformações planetárias a nível geológico, com submersão de grandes extensões de terra, bem como a emersão de novos continentes.

Ao explodir tal estrela, duas situações distintas ocorrerão:

1) ela emitirá uma quantidade imensa de irradiações e luz, as quais também possuem massa e peso, fazendo com que os planetas de nosso sistema solar sejam empurrados para órbitas mais afastadas de seu centro, podendo até mesmo, alguns deles serem expulsos deste sistema, em direção ao espaço profundo, ou até se acoplando a outros sistemas estelares externos, da mesma forma que esse novo sol se acoplará ao nosso.
Esse será o “realinhamento dos planetas” cantado por Cássia Eller!

2) por outro lado, essa estrela expulsará de sua órbita e do próprio Cinturão de Fótons, o seu satélite Hercólubus, através do “vento solar” provocado por sua luz em expansão.
Com isto, esse “Planeta Regenerador” continuará sua jornada, atraindo para si as almas que não conseguiram alcançar o desenvolvimento necessário para viverem a “Era de Ouro” na Terra.
De acordo com as informações que temos, o momento crucial de expurgo dessas almas acontecerá no período de tempo que vai de um pouco antes até um pouco após o acender desta estrela, sendo que para essa “operação”, haverá o auxílio direto e amoroso da “Confederação dos Povos das Plêiades”, já que tal fato se dará dentro do Cinturão de Fótons.

Entenda-se por “Confederação dos Povos das Plêiades” – “A mais alta estirpe confederada, responsável pela nossa “Família Estelar”, à qual o nosso sistema solar pertence.
É uma organização interestelar, fundamentada no “Grande Amor Universal sem Fronteiras”, com milhares de naves espaciais e modos de locomoção e atuação cósmico-divinas, tendo sua sede no Sistema Solar de Merope, pertencente ao Sistema de Alcyon, bem como o mais próximo desta Estrela”. (Curso sobre Cinturão de Alcyon).

Portanto, e isso já foi mencionado anteriormente neste blog, quando neste nosso céu atual pudermos observar três luas, o que causará grande espanto à humanidade – uma será a nossa lua atual, a outra a estrela que se tornará nosso segundo sol, e a terceira, o Hercólubus (satélite desta estrela).
Nesta época, e este será o grande sinal, tudo estará muito próximo de acontecer...

Mas, referente a isso, recebi por e-mail há tempos atrás, umas fotos, as quais não sei afirmar se são verídicas ou montagens, onde se visualiza um ponto ao lado do nosso sol, isto quando visto no sul da Argentina, Chile ou Antártida.
Portanto, pelo sim, pelo não, estou colocando essas fotos para os amigos leitores, juntamente com um outro comentário que li há algum tempo, que fala sobre os horários de verão, e que no mínimo é curioso.

Dizia tal comentário que a instituição do horário de verão foi feita propositalmente pelos “acobertamentos governamentais”, com fins de dificultar o avistamento de um astro que se aproxima do sol, o qual já pode ser visualizado por meio de lunetas e/ou binóculos possantes.
Sendo assim, se essas fotos forem reais, somente o avistamento da “estrela” se faz presente, já que seu satélite (Hercólubus) é significativamente menor que ela e, como disse acima, só serão vistos os dois astros quando tudo estiver muito próximo.

Então é isso, Amigos Leitores!
Após todo o exposto, o que nos resta é aproveitar bem o tempo que ainda temos, até chegar a tais eventos geológicos.
E no “aproveitar bem” que me refiro, está inserida o “viver feliz”, sem nos prendermos mais à corrida materialista, tal como até o momento temos feito!
É buscarmos o essencial para nossa sobrevivência e usarmos cada minuto de nosso tempo livre para vivenciarmos o amor, a compreensão, a empatia, a amizade, a solidariedade, etc., tudo na mais perfeita e completa plenitude!
E, sobretudo, é nos voltarmos ao nosso interno, à nossa “Chama Crística”, com fins de apurarmos mais e mais o nosso desenvolvimento espiritual.
Não sabemos quem conseguirá atravessar toda essa avalanche de tribulações, conservando por certo tempo, ainda, seu corpo físico.

A única certeza que temos é que nosso espírito possui condições de transcendência à tudo isso, é só querermos!
Pois, como sempre digo, viemos para esse mundo “ilusional” sozinhos, e sozinhos voltaremos para o mundo “real”.
E só o que levaremos conosco são os produtos por nós vivenciados, imbuídos de “felicidade” e advindos de atos de “Amor”!

"Felicidade é algo que você decide por princípio.
A ventura é um "estado de espírito" e não fruto da posse ou propriedade particular... as coisas inanimadas ou provisórias, jamais podem proporcionar a felicidade para quem é eterno! " (Ramatis)

– Ou, seja, não se prendam na “materialidade” em busca da “felicidade”!
"Ser feliz não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos".

– Ou seja, busquem na essência dos fatos, e que não é material, os ensinamentos que os levarão à verdadeira “felicidade”.
"Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise".

– Ou seja, tudo que nos acontece no “plano da matéria” são apenas “aprendizagens para o espírito”. Ao reconhecermos isso, passamos pela vida “felizes”.
"Ser feliz é deixar de ser vítimas dos problemas e se tornar um autor da própria história".

 – Ou seja, estamos numa Lei de Causa e Efeito, também chamada de Lei de Atração.
Ao nos conscientizarmos disso, temos que ser a “causa” de nossas ações!
E como não queremos mal à nós mesmos, vamos “semear em nossas vidas “causas positivas” que nos trarão como “efeito” uma vida feliz!
“Ser feliz é agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida”.

– Ou seja, devemos nos conectar com nosso Eu Interior, também chamado de Eu Superior, que nada mais é que nossa “Chama Crística” que vive em nós e que nos anima o corpo físico (nossa parte divina mencionada por Jesus como “Vós sois deuses”), e agradecer, com consciência e felicidade, pela oportunidade que estamos tendo neste corpo físico de evoluir o nosso espírito.
“Jamais desista de si mesmo. Jamais desista das pessoas que você ama. Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível”.

 - Ou seja, aceite a si e ao teu próximo no processo do Amor Incondicional, durante tua “curta passagem” pela “ponte material da vida” e torne desta “ponte” um “palco” imperdível de “momentos felizes”.

Pois será o resultado deste espetáculo que levarás para ser somado à sua “essência cósmica” ; a nossa única e grande “realidade”!

(Autores desconhecidos)

PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Hipátia III

 

Cinturão de Fótons - parte 6


Cinturão de Fótons de Alcyon  – Continuação de Ocorrências na entrada...

Neste ponto em que nos encontramos sobre as ocorrências quando da entrada da Terra no Cinturão de Fótons de Alcyon, além do que já foi postado, vi por bem colocar mais algumas partes adquiridas no excelente curso que fiz sobre o tema – “O Cinturão de Alcyone”.

Pela complexidade cada vez maior do conteúdo, porei aqui as informações não com minhas palavras, mesmo porque o inverso ficaria muito difícil, já que as usadas no texto estão bastante objetivas e sintéticas.
Embora e à pedido, por questões que me fogem à alçada, não exporei a fonte, apesar de ter recebido a devida permissão para expor a matéria.
Entretanto, posso afirmar aos amigos leitores, que a fonte é altamente fidedigna!

Quanto às conseqüências do primeiro impacto da Terra com o Cinturão de Fótons, gerando os três dias de trevas:
“A Terra ao tangenciar obliquamente, apenas resvalando a borda do Cinturão de Alcyon, consequentemente o atrito de forças será tão grande que o globo freará sensivelmente a sua velocidade de rotação em torno de seu próprio eixo.
Sendo assim, depois disso, por uma questão mecânica, os dias e as noites serão mais longas para o próximo ano terrestre em torno do sol”.

“Outra conseqüência, será também freada a velocidade de translação da Terra em torno do Sol, fazendo com que também o próximo ano seja bem mais longo.
Além disso, a Terra começará a sair ligeiramente de sua órbita solar atual, devido ao primeiro impacto”.
“Outra situação é que o “Tempo Real”, após a sua grande aceleração máxima que teve durante o primeiro impacto, a seguir, desacelera muito com o afastamento da Terra do Cinturão de Alcyon, para girar pelo lado contrário ao mesmo, em sua translação terrestre mais lenta em torno do Sol”.

“Pela primeira vez, a Terra só entrará de fato no Cinturão no segundo impacto, quando voltar de sua órbita solar e o Sol também já estará mais próximo de sua própria entrada”.
“Nesse período, o Sol freará e diminuirá a sua velocidade de entrada, quando já estiver muito próximo do mergulho no Cinturão de Luz.
O nosso Planeta perfazerá cinco impactos (...). O pior impacto será o primeiro, com maiores chuvas de pedras e outras conseqüências”.

“Essa referida desaceleração grande do “Tempo Real”, a Terra com menor velocidade de rotação em torno do seu próprio eixo (dias mais longos) e em velocidade mecânica menor em torno do Sol; tudo isso fará com que o próximo ano seja interminável.
Será nítida essa sensação nos sobreviventes dos dias de trevas, que ainda serão milhões pela superfície do Planeta.
“Parecerá que a Terra parou no tempo e no espaço”.

Ou seja, uma exceção à regra em um período geral em que tudo acelera cada vez mais”.
“Daí, vêm os dias de agonia intermináveis, até tudo acelerar novamente para o segundo impacto, a partir do qual inicia-se um indício de era glacial.
Nessa época, logo após os dias de trevas, o espaço-tempo também começará a entrar em colapso, gerando situações insólitas e indescritíveis hoje, como conseqüências posteriores ao primeiro impacto”.

“A Terra, ao tangenciar obliquamente, apenas resvalando a borda do Cinturão de Luz, como conseqüência causará um acentuado desequilíbrio no campo magnético externo terrestre (o de fora do orbe) , por interferência da periferia mais intensa do campo magnético do Cinturão de Alcyon.
Ou seja, será o atrito ou choque entre os dois campos magnéticos intensos.
Com isso, o campo magnético da Terra entrará em colapso durante o período do impacto.
Essa situação causará estrondos atmosféricos, ruídos, raios e faíscas elétricas por toda parte, inclusive sobre as cidades, com raios entrando nas casas e nos prédios.
Muitos serão eletrocutados, animais e homens, por várias regiões.

Os céus terão fenômenos parecidos com auroras boreais mais expressivas, mesmo em regiões distantes dos pólos do planeta”.
“O desequilíbrio muito grave do campo magnético do globo, especificamente no período dos dias de trevas, oscilará bastante a ressonância gravitacional de tal campo.
Dessa forma, a oscilação da gravidade no subsolo, trará terremotos por inúmeras regiões da Terra, o planeta tremerá.
Além disso, a referida oscilação fará com que eclodam grande parte dos vulcões ativos e não ativos”.
“Devido ao colapso no campo magnético planetário externo ao globo, a Ressonância Schumann enlouquecerá nos dias de escuridão.

Dentro disso, enlouquecerá também muitos homens e animais, pois tal ressonância está ligada às funções cerebrais dos mesmos, e a nossa ciência atual já sabe disso”.
“No período em questão, será impossível comunicações eletrônicas (rádio, TV, telefone, internet, etc.), pois nem se conseguirá gerar energia elétrica, nem por bateria.
O campo magnético de fora da Terra só relativamente se estabilizará, terminados os dias de trevas.
Depois disso, se conseguirá outra vez produzir eletricidade até o próximo impacto, salvo anomalias anteriores temporárias”.

“A terra, ao tangenciar obliquamente o Anel de Alcyon, em virtude de estar preso pelas periferias mais intensas do campo magnético desse Anel ou Cinturão – uma quantidade imensa de pedras, rochas, muitas colossais, e partículas minerais menores, etc., formando uma cortina, o nosso planeta ao tangenciar tal cortina, precipitarão nos mesmos os corpos citados.
Corpos dos quais o globo se aproximará em sua marcha por essa região perigosa.
Daí virá a intensa chuva ininterrupta de partículas minerais menores e maiores, enquanto durar a respectiva tangenciação”.

PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Alto Paraíso, 24 de Julho de 2008
Hipátia III


http://segredosdoplanetashan.blogspot.com
 

Cinturão de Fótons - parte 7

 

Cinturão de Fótons de Alcyon -  Continuação de Ocorrências na entrada...


Só para exemplificarmos mais uma vez sobre o conteúdo do texto em questão, e antes de darmos continuidade ao mesmo (iniciado no capítulo anterior), coloco aqui parte de uma matéria interessante referente ao bombardeamento de íons que a Terra (e o Sol) já vêm recebendo cosmicamente.
Os grifos são meus:
“(...) As partículas no cinto exterior são elétrons e íons energéticos ou prótons, existe também uma pequena quantidade de partículas alfa e O+, semelhantes aos presentes na ionosfera, mas muito mais enérgicos.
A mistura iônica sugere que os anéis de partículas, provavelmente provêm de mais de uma fonte.
O cinto exterior logicamente é maior que o interior.
O fluxo de partículas pode aumentar ou diminuir drasticamente como conseqüência de tempestades geomagnéticas. Estas são ativadas pelo campo magnético e perturbações do plasma produzidas pelo Sol.

Os aumentos ocorrem devidas injeções iônicas relacionadas às tempestades e à aceleração de partículas da cauda da magnetosfera da Terra. (...)
Em conseqüência da explosão e da liberação de altas taxas de energia, além do Pulso Eletromagnético gerado, vários satélites cessaram operação, isto foi comprovadamente causado pela interação da energia liberada nos cinturões e a propagação do pulso eletromagnético no meio espacial”. http://br.geocities.com/van_allen_radiation_belt/index.htm

Agora, vamos dar continuidade ao texto do capítulo anterior:

“Hoje, a Terra já está sendo bombardeada por íons pesados da mesma origem (Ver também a 42ª Parte deste blog), mas quando chegar a vez de tais minérios, esses virão em velocidade de queda menor que os meteoros normais, mas mesmo assim se queimarão e reagirão quimicamente com a atmosfera terrestre.

Os médios e maiores atingirão o solo e os oceanos e virão incandescentes, uma chuva de fogo praticamente por toda a Terra, algumas regiões sofrerão menos e outras mais.

A queima e a reação com a atmosfera terrestre, de todo esse referido material mineral em queda, gerará muita fumaça, fumo, partículas que permanecerão em suspensão, também uma grande quantidade de poeira e pó, além de gases tóxicos e venenosos oriundos da combustão e reação química com a atmosfera desse material em queda.
Com tudo isso, a Terra ficará envolta por nuvens negras de fumaça, pó, poeira e de resultados de combustões.
Com isso, ‘O SOL ESCURECERÁ E NÃO DARÁ MAIS A SUA LUZ’, até que ressurja novamente.
Essas são mais conseqüências do primeiro impacto”.

“Em algumas profecias e informações (...), nos dias de trevas, além de se fechar as portas e as janelas dos recintos, orienta-se também lacrá-las hermeticamente, isso para não entrar gases venenosos.
Além disso, aconselha-se armazenar alimentos, água e provisões.
Não se aconselha abrir as portas, nem as janelas e muito menos ir lá fora, pois o indivíduo estaria morto por problemas respiratórios, etc.”.

“A combustão do material mineral em queda pela atmosfera e reagindo com a mesma, produzirá gases ou compostos tais como: amônia (NH3), metano (CH4), cianetos (CN), etc. este último, por exemplo, é muito venenoso, além de outros compostos que também serão letais aos seres vivos.
Não somente por compostos tóxicos na atmosfera, mas muitos também morrerão por simples asfixia, devido a grande quantidade de pó inalado”.

“Aliás, a grande quantidade de mortes humanas nessa época, serão também por inúmeros outros motivos: desabamentos, chuvas de pedras, incêndios, explosões, eletrocutamento por raios, varreduras marítimas, pânico, violência, etc.”.
“As conseqüências do primeiro impacto, também trarão problemas oceânicos seríssimos nos dias de escuridão.

Todos aqueles que residirem em regiões litorâneas, em qualquer parte do globo, correrão sérios riscos.
O acentuado desequilíbrio do campo magnético terrestre, nessa época crítica, trará grandes abalos sísmicos no fundo dos mares, além de explosões de vulcões também ligados aos oceanos.
Isso gerará tsunamis por varias partes oceânicas do globo, e todo e qualquer litoral correrá risco de ser varrido por grandes ondas.
Somando-se a isso, devido às chuvas de pedras, a queda de grandes rochas nos mares e oceanos levantarão ondas inacreditáveis, que chegarão até os continentes e passarão por cima de ilhas”.

“O primeiro impacto compreende toda a tangenciação da Terra na borda do Cinturão de Alcyon, algo que durará em torno de três dias ou 72 horas, que já preferimos dizer em “Tempo Simbólico”, visto que os calendários e a hora oficial começarão se confundir a partir de então.
Isso porque começarão haver modificações de ordem astronômica envolvendo a Terra, como rotação mais lenta em torno de si mesma, translação terrestre também mais lenta em volta do Sol, etc. os calendários e o tempo oficiais atuais (Tempo Teórico) são baseados em movimentos astrofísicos estáveis da Terra, como os são atualmente.
Não havendo mais essa estabilidade, os calendários vigentes não funcionarão mais.

Estaremos entrando em pleno “Não-Tempo”, e a partir disso fica impossível qualquer data nas bases atuais”.
“De qualquer forma, após aproximadamente três dias de trevas, após a tangenciação, o Sol começará a surgir ofuscado.
As nuvens negras em volta do planeta ainda levarão um bom tempo para se decantarem totalmente, baixando a poeira, o pó, desaparecendo a fumaça, e os compostos tóxicos da atmosfera sendo modificados até misteriosamente (por ação dos elementais e tecnologia extraterrestre)”.

“O efeito estufa se agravará muito durante e principalmente os dias de trevas, pois as nuvens negras não desaparecerão rapidamente, mesmo com o Sol já surgindo, o que será pior.
Com isso, o aquecimento global piorará e os Pólos norte e sul da Terra praticamente acabarão de derreter, por assim dizer, um descongelamento final muito rápido.
Dessa forma, o mar começará a subir mais acentuadamente de nível, entrando pelas partes mais baixas dos continentes da superfície externa da Terra.
Nesse sentido, nada acontecerá aos continentes no interior do globo, pois não haverá drenagem das águas pelas aberturas polares”.
“O Sol ressurgirá após os três dias de trevas, com o tempo irá clareando mais.
O céu já não será mais do azul belíssimo, pois se tornará avermelhado e depois rosa, com a dissipação lenta das nuvens negras.

Após os dias de escuridão, o calor na Terra será grande e o desequilíbrio climático maior ainda, com grandes variações térmicas e metereológicas, mas o calor prevalecerá impiedoso.
O céu será avermelhado, devido a presença de partículas leves de compostos de ferro circulando na atmosfera em grande altitude, resultado da reação com a mesma de rochas de ferro em combustão quando caíram.
Tais compostos de ferro também farão efeito estufa, que continuará até o segundo impacto e início de uma curta era glacial”.

“O ano seguinte aos três dias de trevas (...) haverá conflitos por comida, água e sobrevivência, desorganização social, política e econômica agravando-se por todos os rincões do mundo, até o “sistema infernal” ser quebrado totalmente após aqueles primeiros dias de escuridão.
Depois disso, virá o clímax do Não-Tempo, o clímax do colapso do espaço-tempo, o INSÓLITO, algo nunca visto, e muito acontecerá até chegar “o maior de todos os terremotos”, que mudará toda a crosta externa da Terra, num repente”.

“Tal ano será marcado também pelo crescente rompimento da camada de ozônio (O3) da atmosfera terrestre, que atingirá um rompimento quase total mais para o final desse ciclo (o céu poderá passar do avermelhado ao negro em pleno sol). Com isso, o homem não poderá mais receber raios solares e andará muito coberto, ou somente nas sombras ou só sairá a noite.

Não havendo mais tal filtro atmosférico do ozônio, os raios ultravioletas do sol queimarão o que restará da vegetação, os homens e os animais sofrerão grandes danos.
Haverá também pouco oxigênio pra respiração”.
“Ainda no ano em questão, além de uma breve guerra nuclear entre os homens, será a “Guerra nas Estrelas”, ou seja, as portas estarão abertas com a Terra ainda fora do Cinturão de Luz.
Haverão guerras descomunais com naves e forças alienígenas de diversas correntes negras tentando o domínio do planeta, sendo ele defendido por hostes luminosas Confederadas.

Embaixo, o que resta ainda de uma humanidade atordoada, sob o fogo cruzado de raios entre naves e forças do espaço.
As hostes luminosas e Divinas triunfarão em defesa de Gaia, e o ser humano sofrido desses dias verá coisas além da imaginação comum. (...)
É necessário o nosso PREPARO PSICOLÓGICO, MORAL E ESPIRITUAL para esses fatos iminentes que já estão muito próximos de acontecer no mundo”.
Uma outra coisa importante a salientar aqui, também, é que não “estamos sós” nesta jornada, pois teremos conosco o apoio incondicional de Seres Ultradimensionais que virão ajudar os seres terrestres nesta fase de difícil transição.
Assistam ao interessante filme abaixo do Hurtak e vejam o que ele diz no final e com grande precisão.

http://www.youtube.com/watch?v=PbJFntXTqKE
http://www.youtube.com/watch?v=PbJFntXTqKE&eurl=http://www.projeto2012.com/

Obs: Prof. J.J. HURTAK – descobridor das Chaves de Enoch e escritor do livro do mesmo nome, publicado no Brasil em 1996, chaves estas que abriram o campo de pesquisa para a exploração dos mundos extra-físicos e realidades atemporais. O Objetivo das Chaves de Enoch é preparar a humanidade para uma mudança de paradigma que afetará todos os aspectos das dimensões sociais, psicológicas e espirituais da vida.


PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Alto Paraíso, 25 de Julho de 2008
Hipátia III 

http://segredosdoplanetashan.blogspot.com
 

Cinturão de Fótons - parte 5

 


Como já foi mencionado, o Cinturão de Fótons de Alcyon separou períodos importantes da Terra, sendo que estamos nos aproximando de outro evento similar aos anteriores, porém com algumas diferenças significativas em sua continuidade.
Isso porque nas fases anteriores, as entradas da Terra no Cinturão ocasionavam eras glaciais que perduravam durante mais de dois mil anos.
E desta vez, conforme já referi anteriormente, teremos uma era glacial bem mais amena já que não pegará o planeta todo e por bem menos tempo que as antecessoras.
Também já citei que, conforme a Terra se aproxima do Anel de Alcyon, nossas noites vão ficando mais claras.

Mas, esse fenômeno ocorre com mais intensidade dependendo da época do ano, pois em virtude do movimento de translação da Terra (giro em torno do sol), ora estamos mais próximos do cinturão (finais dos anos teóricos = dezembro), ora nos distanciamos (meados dos anos teóricos = julho). Sendo assim, em datas mais aproximadas às festas natalinas cristãs, poderemos perceber uma fluorescência no céu e até nas nuvens, isso em noites escuras (sem lua), em virtude da influencia dos fótons do referido anel.

Serão “sinais” que irão aumentando gradativamente, até a penetração da Terra na camada protetora do Cinturão, cujos impactos abalarão tudo que nela existe.
Bem, agora vou postar algumas coisas que podem impressionar os amigos leitores, mas não tenho como omitir essas coisas, já que aqui estou fazendo “o jogo da verdade”!

Então, vamos lá...
De acordo com as informações, a Terra sofrerá cinco impactos até a sua definitiva entrada no Cinturão:

1) No primeiro momento, ela só se encosta no anel protetor e depois se afasta, em virtude de seu movimento de translação ao redor do sol.

2) No segundo momento, ela entra no Cinturão, mas o Sol ainda não, porém este chega bem próximo do Anel de Fótons.

3) Na terceira vez, ela sai do cinturão, indo para o lado contrário do mesmo, devido novamente ao movimento de translação.

4) Após isso, ela entra novamente no Cinturão, mas desta vez junto com o Sol.

5) E por último, ela faz novo movimento pra sair do Cinturão, mas isso não chega a acontecer, pois o Sol já estará se estabilizando dentro do mesmo.


Portanto, a Terra encontrar-se-á na borda do Cinturão por cinco vezes, sofrendo as conseqüências desta camada protetora, sendo atingida por íons e pedras de variados tamanhos, cujos efeitos serão calamitosos sobre o nosso planeta.
Já no primeiro impacto, inicia-se o colapso do “espaço-tempo”, com a aceleração do “tempo real”, toda vez que a Terra se encostar no Cinturão.

Da mesma forma, uma desaceleração ocorrerá, conforme ela se afastar do mesmo, em virtude de seu movimento de translação.
Esse processo de aceleração e desaceleração do tempo causará grandes distúrbios em todos os seres vivos, sendo que no homem haverão problemas de várias ordens, inclusive desequilíbrios mentais significativos.

Em palavras bem populares, estima-se que muitos humanos vão “endoidar”, ou “pirar”, pois haverá um conflito entre seus corpos astrais e físicos, já que os astrais acompanharão o “tempo real”, enquanto que os físicos estarão sob as leis do “tempo teórico”.
Aqui, muitos de vocês já devem ter percebido o porquê falei anteriormente sobre o magnetismo terrestre, estando correlacionado diretamente neste caso, a Ressonância de Schumann (RS), pois a aceleração acima mencionada elevará a RS em hertz extremamente acima do que estamos acostumados, o que levará muitos seres à loucura.

Evidentemente, com os demais impactos, tudo isso se acentuará de forma grave a todos os seres vivos, já que todos vibram na RS, até que a Terra entre definitivamente no Cinturão e retome sua estabilidade, quando, então, haverá igualmente a estabilidade de todos os corpos no “tempo real”, através da aceleração da matéria densa.

A tendência, motivada pelos acobertamentos do sistema infernal, é que o primeiro impacto pegue a civilização desprevenidamente (menos àqueles que já se encontram despertos), onde pessoas céticas e/ou desinformadas, estarão em seus trabalhos normalmente, carros circulando pelas ruas, etc., e sofrerão com o aparecimento de muitas “pedras caindo dos céus”, num repente e de forma assustadora.

Essas “pedras”, pertencentes à camada protetora do Anel de Alcyon, serão confundidas com meteoros, porém não terão as mesmas características, isso porque elas não se encontram em movimentos relevantes advindas do espaço profundo, ou circundantes do nosso sol, como é o caso dos meteoros, mas sim em movimentos próprios na envoltura deste Anel.

Portanto, nos cinco impactos, as “pedradas” que sofreremos não possuirão as mesmas velocidades dos meteoros, embora seus tamanhos diferenciados (algumas bem grandes), provocarão efeitos cataclísmicos de significativa intensidade em toda a Terra, resultando, dentre outras coisas, em imensas nuvens de poeira e fumaça, sendo que no primeiro impacto, estas acobertarão a luz solar, provocando os tão famosos “três dias de trevas” ou “72 horas de escuridão”, fato este profetizado por inúmeros videntes, assunto que já postei em capítulos anteriores.

Após esses três dias (que, aliás, trata-se de um “tempo simbólico”, já que seu período de embasamento se faz especialmente nas mencionadas profecias), o Sol reaparecerá, pois as “chuvas de pedras” terão cessado e com isto, também, a poeira desaparecerá aos poucos, até a ocorrência do próximo impacto.
Mas, os “três dias de trevas” ocorrerão somente no primeiro impacto.

Neste ínterim, após as mencionadas 72 h de escuridão, todos os sistemas da Terra, embora bastante abalados, tentarão se reerguer, se reorganizar, o que será em vão...
Isto porque, situações terríveis estarão acontecendo a nível geológico, concomitantemente, já que os mares estarão dando mostras de revolta ao invadir cidades litorâneas; por vários cantos do mundo estarão acontecendo tornados, terremotos, inúmeros vulcões entrarão em erupção, etc.; estará tudo em total desequilíbrio de forma globalizante.

O êxodo, levado pelo desespero, de pessoas fugindo das zonas costeiras e/ou de perigos eminentes, em direção às regiões interioranas e principalmente para locais de altitudes elevadas, formarão grandes congestionamentos e, consequentemente, conflitos e competições com resultados sérios e graves.
Aliás, conflitos como estes ocorrerão por toda a parte do globo, devido à busca de alimentos e até mesmo de água potável (para beber).

Grande será, também, a probabilidade de guerras serem desencadeadas, e em especial no Oriente Médio, havendo inclusive a possibilidade de uma guerra atômica. Haja visto que na profecia do alemão Alois Irimaier postada na 44ª Parte deste blog (Segredos do Planeta Shan), ele se refere aos três dias de trevas ocorrendo durante uma guerra (provavelmente a terceira guerra mundial).
E assim como ele, muitos foram os videntes (inclusive Nostradamus) que mencionaram sobre uma guerra mundial, e pelo que tudo indica, foram “vidências” direcionadas para esta época.

Este será um tempo em que, por mais que se tente organizar, a desorganização será geral e irrestrita, tanto a nível econômico, quanto no tocante ao social, pois prevalecerá a “lei da sobrevivência”, o ímpeto de “se salvar”, processo inerente a todo o ser humano, e até nos animais irracionais. Portanto, o caos estará instalado na Terra, a destruição do “velho” ocorrerá com força e violência, para dar lugar ao “novo”...

Quando, então, nosso “lindo Planeta Azul” terá readquirido sua estabilidade, o Hercólubus já terá passado levando consigo as almas densas, dois sóis estarão cintilando no firmamento, sem mais noites (trevas), sem mais frio e nem calor intenso, sem mais guerras, conflitos, egoísmos, desarmonias, enfim, sem mais desamor...
Pois apenas o Amor reinará nesta nova civilização iluminada, num “tempo teórico” de mais de dois mil anos, e em cujo “tempo real” os cidadãos da crosta terrestre encontrarão a Paz!

PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Alto Paraíso, 23 de Julho de 2008
Hipátia III

http://segredosdoplanetashan.blogspot.com
 

Cinturão de Fótons - parte 4

Cinturão de Fótons de Alcyon  – Continuando Algumas Características...

Voltando às características do Cinturão de Fótons, e numa retrospectiva, trata-se, pois de um imenso anel magnético em formato discoidal, com vasto diâmetro e reduzida altura, tendo ao seu centro a estrela de Alcyon, bem como vários sistemas solares orbitando em volta da mesma, inclusive o nosso.
Durante os 25.920 anos da órbita completa de nosso sistema solar em torno de Alcyon, a Terra entra duas vezes dentro do Cinturão de Fótons, vivendo eras processuais de 2.160 anos cada uma delas, sendo que a última assim experienciada, foi na Era de Leão, e a próxima a adentrar, será a Era de Aquárius.
Em outras palavras, a cada 10.800 anos (anos de trevas), nosso Planeta se insere por mais 2160 anos no Anel de Alcyon, para depois retornar passando mais 10.800 anos fora dele, e assim sucessivamente.

Importante aqui salientar que em todas as eras anteriores em que a Terra ficou dentro deste Cinturão (sempre em Leão e Aquárius), ocorreram as famosas “Eras Glaciais”, parecendo até como uma forma de serem congelados os “pecados do mundo”.
Desta vez, entretanto, tudo será diferente, pois teremos sim uma pequena “Era Glacial”, mas por muito pouco tempo e que, de acordo com Paul Otto Hesse, em seu livro “El dia más jove”, haverá uma espécie de “esfriamento” geral em “Ors” (nome que esse autor dá à Terra), mais sensível nos pólos, cujos gelos chegarão aproximadamente até o paralelo 40 (norte e sul), deixando uma região habitável e de clima temperado nas proximidades do Equador.

No entanto, por outras informações não menos fidedignas mas mais específicas, esse congelamento virá do Pólo Norte e chegará até, talvez, às regiões na altura de São Paulo/Brasil.
Verdade é que uma ou outra informação nos leva a uma pequena era glacial em tempos futuros (porém bem próximos), após o que, iniciar-se-á a tão esperada “Era de Ouro” da superfície do Planeta Terra!

Para os humanos terrestres, acostumados nas trevas físicas e espirituais, quando se encontrar dentro do Anel de Alcyon, receberá a emanação do “Logos” da “Família Estelar” da Terra.
Será um imenso “Campo de Luz” dentro do qual nosso planeta fluorescerá, não existindo mais noites. Um tipo de “luz atérmica” (sem calor e que não produz sombras) iluminará até o interior das cavernas mais profundas.
Tudo que for físico sofrerá mudanças significativas em virtude deste novo sistema ainda para nós desconhecido, assim como, também, o homem ganhará luz interior.

Tudo indica que as estações dos anos desaparecerão, havendo uma constância no clima da Terra, o qual se tornará ameno, pois, apesar do nosso sol continuar a exercer sua influencia sobre a Terra, esta energia térmica diminuirá, mantendo um processo contínuo e constante, portanto sem mais as variações a que estamos acostumados.
Mas, como tudo na vida é assim, para sermos merecedores de tais prêmios, primeiramente temos de passar por inúmeras provas, testando nosso desenvolvimento espiritual, o que já vem acontecendo ao longo de nossas várias encarnações.
Entretanto, estamos agora nos aproximando dos “exames finais”, no enfrentamento da “entrada” da Terra, nesse campo magnético do Anel de Alcyon.

Nesse Anel, em sua superfície externa vamos encontrar, presos em seu campo magnético, grandes concentrações de radiações iônicas e corpos sólidos, formando uma camada protetora espessa e perigosa, pela qual a Terra terá de passar, até chegar ao interior do Cinturão.
Este será, sem dúvida, o momento mais difícil, onde imensas catástrofes geológicas ocorrerão.
Será, em sua verdadeira acepção, o grande “sinal dos céus e dos tempos”, onde nosso planeta enfrentará intensas chuvas de pedras similares a meteoros, muitos de tamanhos colossais que ao romperem a camada atmosférica da Terra e/ou tocarem o solo, provocarão grandes catástrofes (algumas profecias já nos avisaram de tais acontecimentos!).
Num efeito dominó, processos atmosféricos acelerarão o efeito estufa, provocando o descongelamento abrupto das calotas polares, ocorrendo grandes inundações nas regiões litorâneas do planeta.

Por outro lado, com o “balançar” do globo frente a tais impactos, grandes são as possibilidades de inversão dos eixos magnéticos, além dos deslocamentos de placas tectônicas ocasionando terremotos de altas magnitudes e intensidades, com vulcões terrestres e subaquáticos entrando em erupções, ocasionando inclusive grandes tsunamis que serão igualmente causadores do desaparecimento, se não de todas, pelo menos de grande parte das regiões litorâneas.
Ocorrerá, portanto, uma transformação extremamente significativa em toda a natureza, com possibilidades de submersão de muitas extensões continentais atuais e surgimento de outras novas, tal qual ocorreu com Lemúria e Atlântida.

Entretanto, aqui, todo esse processo dar-se-á com uma grande diferença no que concerne à espaço-tempo, bem como aos cálculos matemáticos, científicos, astronômicos, astrológicos, geofísicos, etc., nos quais o “velho” será realmente obsoleto, pois vivenciaremos uma outra realidade.
Sendo que o ponto culminante de tudo isso, far-se-á com a passagem do Planeta X, que também estará sofrendo conseqüências similares, já que movimentos sincrônicos do Universo Maior, igualmente entrarão em ação (pulsares dos centros galácticos citados pelos Maias).
Neste ponto, uma outra explicação aqui se faz necessária para o correlacionando da passagem do Planeta X, por ocasião da entrada da Terra no Anel de Alcyon.

Expliquei anteriormente sobre a diferença de Nibiru e Hercólubus, onde o primeiro pertence ao nosso sistema solar, porém o segundo não. Para os gnósticos, o conhecido Cinturão de Órion (onde estão incluídas as Plêiades), é a base do Sol Tilo, no qual gravita a estrela Barnard I – que nada mais é que o próprio Hercólubus (ou Planeta X, Chupão, Intruso).

Parece que com essa explicação, as coisas ficam bem mais claras, pois com ela temos um norteamento de onde provém o tão conhecido pelos esotérico Planeta Regenerador (Hercólubus), cujo destino está em receber as almas densas de nosso orbe, numa espécie de “limpeza planetária”, com fins de que a Terra possa viver seus “momentos de Luz” na tão esperada “Era de Ouro”.

Fontes: Cursos específicos sobre Cinturão de Fótons de Alcyon e http://www.gnosisonline.org/Magia_Cosmica/energias_pleiades.shtml

PAZ EM TODOS OS QUADRANTES!
Alto Paraíso, 22 de Julho de 2008
Hipátia III

http://segredosdoplanetashan.blogspot.com