segunda-feira, 7 de junho de 2010

Mestre Afra



O Mestre Afra, é o patrono da África e da raça negra.
Afra foi o primeiro membro a raça negra a fazer a sua ascensão.
Há muito tempo atrás ele sacrificou o seu nome e a sua fama para patrocinar um vasto continente e um povo poderoso.
Esse continente é a África.

Quando Afra ascendeu, pediu para ser chamado simplesmente de "um irmão", ou frater, em Latim.
Então, "um frater" tornou-se o nome de Afra.
A raça negra originalmente fazia parte do que era conhecido como a raça azul e a raça violeta.

A sua pele, na realidade, tinha um tom azulado ou tendendo para o violeta.
Essas almas viviam numa civilização espiritualmente avançada, que existiu no Continente Africano.
Cada nação é chamada por Deus para manifestar uma virtude específica ou para cumprir um certo destino.

Os membros do que chamamos a raça negra eram enviados à Terra para desenvolver a mestria sobre as qualidades do poder, vontade e fé Divinas (no Raio Azul) e as qualidades da liberdade, justiça e misericórdia Divinas (no Raio Violeta).

Afra viveu há 500.000 anos atrás, quando o povo desta antiga civilização havia atingido uma encruzilhada.
Seres extraterrestres e anjos caídos, que haviam invadido o planeta Terra, dividiam o povo.
Isto pode parecer ficção científica.
Mas a verdade é, com freqüência, mais estranha que a ficção.
Estes anjos do mal decidiram destruir as raças azul e violeta.
Distorceram os rituais outrora sagrados e as formas de arte deste povo.
Isto abriu as portas para a feitiçaria, o vodu e a magia negra.
Instigaram o povo ao ódio, a superstição e a luta pelo poder.

Na medida em que o povo desviava sua atenção da Presença Divina, tornava-se cada vez mais vulnerável as técnicas dos anjos caídos, de dividir para conquistar.
A nação dividiu-se entre as facções guerreiras de suas tribos.
O povo estava perdendo a batalha espiritual interna entre as forças da luz e das trevas.
Sua divisão, interna e externa, fez com que eles se tornassem escravos dos extraterrestres.
Ao ver a situação em que seu povo se encontrava, Afra encarnou entre eles, para salvá-los.

Afra sabia que uma grande parte do seu povo havia perdido a Chama Trina, assim como muitos negros e brancos a estão perdendo hoje, devido a padrões negativos como a raiva, o sentimento de vingança, a crítica, a condenação, o julgamento, o ódio, a agressividade, etc.

Ele sabia que, para conseguir recuperar esta Chama Trina, eles teriam que seguir a senda da fraternidade.
Teriam que cuidar uns dos outros.
A única forma que encontrou, de ensiná-los a serem irmãos, era ser um irmão Ele mesmo.
E por isto Ele foi crucificado pelo seu povo.
Ele foi o Cristo no meio deles, mas eles não o reconheceram.
Estavam cegos pela ânsia do poder.
Rejeitado por seu povo, Afra saiu de cena.

Voltou ao coração de Deus no ritual da ascensão, tornando-se o mestre ascenso que hoje conhecemos simplesmente como Afra, nosso irmão da luz.

Na união da fraternidade, todos os povos reunidos, não importando a sua raça ou origem, podem afirmar junto com o mestre Afra:


Afirmação para a Fraternidade
Eu caminho nas pegadas de Afra
EU SOU irmão e Irma de todos
Eu conforto, eu consolo
EU SOU verdadeiro para comigo mesmo e para com o meu Deus
Eu trago a honra de Deus no meu coração
Eu entro na união mística com o Espírito Santo
EU SOU um com o Príncipe da Paz
Caminharei no Espírito deste dia em diante
Porque este é o dia da minha vitoria
Esta é a minha hora e o poder da luz
Eu levarei o meu povo ate o trono da gloria
Receba-me agora, ó Deus!


Afra - um ser iluminado que vem trabalhando, desde os tempos imemoriais, para restaurar a união no planeta.

Mestre Ascenso patrocinador da raça negra, Afra ensina que a fraternidade universal é possível, não como um sonho idílico nem em um futuro utópico, mas aqui e agora.

E a razão é simples: somo todos iguais, porque somos originários de uma mesma Fonte.

A ajuda de Afra pode ser invocada toda vez que houver questões ligadas a disputas religiosas e raciais e inimizade entre povos.

Ele é um estrategista e promete estar presente espiritualmente, sempre que forem tomadas decisões importantes para a paz mundial.

Basta pedir ajuda.

Nenhum comentário: